A atriz irlandesa Caitriona Balfe conquistou as passarelas, é uma das heroínas mais amadas da TV e agora está pronta para assumir as telonas. Ela fala para a Glass sobre enxaquecas, Muppets e seu futuro filme, Ford v Ferrari.

Quando você fizer sucesso, você saberá?

Quando eu digo que a história de vida de Caitriona Balfe parece uma obra de ficção, não quero dizer que a maneira como ela viveu sua vida parece fantástica. Muito pelo contrário – simplesmente não soa como a vida real. Está mais para o prólogo de um filme do início dos anos 2000, que tem a seguinte narrativa: “Uma garota de cidade pequena com grandes sonhos é descoberta por um olheiro de modelos, enquanto trabalha com caridade e é levada para as passarelas de Paris. Depois de chegar ao topo, ela é enganada por um agente corrupto – as coisas parecem sombrias. Será que ela chegará a Hollywood?”

Você sabe o resto. Conversando com Balfe, 39 anos, por telefone, rapidamente é perceptível que ela não tem nenhuma intenção de desencorajar as minhas suspeitas de que ela é, na verdade, uma criação fictícia – a infância dela – ela foi criada em Tydavnet, uma cidadezinha em County Monaghan, Irlanda – é incrivelmente cativante.

É engraçado, porque eu cresci sem TV… foi apenas uma decisão que meus pais tomaram. Veja, eu costumava ter muitas enxaquecas quando criança, então eu ficava em casa por muitos dias… Quando eu finalmente tive uma TV, me lembro de deitar no sofá e assistir a esses filmes, quando deveria estar na escola, mas estava muito doente para ir. Lembro-me de me encantar por esses filmes britânicos da década de 1940, foram eles que fizeram eu me apaixonar pelo cinema e atuação,” ela explica.

Felizmente, as enxaquecas acabaram, mas sua paixão por filmes de época permanece intacta. Balfe estreou no cinema no festival de nostalgia da década de 1980 de J. J. Abrams, Super 8 (2011) – uma cena de suas pernas em O Diabo Veste Prada, de 2006, não conta – e ela é o rosto da muito-amada-série-que-desafia-as-noções-de-gênero Outlander (1946/1743 – pontos extras para a mudança de época) desde 2014. A seguir, vem Ford v Ferrari, a releitura de James Mangold da batalha da Ford conta a Ferrari pela supremacia automobilística em… 1966.

O novo filme é algo do qual tenho muito orgulho. Trabalhar com Christian Bale foi absolutamente um dos pontos altos da minha vida e também com o Jim Mangold, que é um diretor que admiro muito… sabe? Essas são coisas enormes para mim.” Balfe diz. “Eu cresci assistindo o Christian e foi muito divertido trabalhar com ele. Sinto que tivemos uma ligação tão boa e fomos capazes de passar por nossas cenas de uma maneira tão bonita.

Ao lado de Balfe e Bale está outro peso pesado de Hollywood: Matt Damon. “Foi tão incrível assistir Christian e Matt e a maneira como eles têm abordagens muito, muito diferentes no estilo de atuar, ambos chegando ao mesmo lugar. Mas chegando de ângulos diferentes. Christian permanece no sotaque de Birmingham o tempo todo e nessa fisicalidade o tempo todo… esse é o jeito dele. Enquanto o Matt é o Matt até o momento em que eles dizem ‘ação’ e aí ele muda.

Há uma certa inocência surpresa na voz de Balfe, enquanto ela fala sobre seus colegas de elenco, outra qualidade cativante. Ela entrou na atuação relativamente tarde e já estava na casa dos trinta quando finalmente conseguiu sua estreia em Super 8, mas ainda assim é claro que ela sente que isso é apenas o começo. “Quando comecei, tudo o que eu ouvia era, ‘você é perfeita para o papel da morena’ e eu respondia, ‘o que isso quer dizer?’ Acho que é tipo: uma morena inteligente que diz às pessoas o que fazer? Sabe lá Deus! Então, tem sido uma surpresa legal trabalhar em coisas mais obscuras como O Cristal Encantado. Ela tem esse fandom intenso do qual é muito interessante fazer parte. É meio que o equivalente às pessoas que seguem o seu time de futebol preferido, pelo qual eles vivem ou morrem. É algo especial de se fazer parte.

O Cristal Encantado: A Era da Resistência é a estreia de Balfe no live action. Ela estrela como uma guerreira Gelfling (uma raça de criaturas parecidas com elfos, nativas do planeta Thra, parte do universo dos Muppets), chamada Tavra, como parte do elenco, possivelmente, mais cheio do ano.

Enquanto ela se prepara para outro primeiro, vale a pena lembrar que seu crédito inicial no cinema não foi, na verdade, um papel de atriz, mas uma aparição “como ela mesma” no documentário de 2000 de sua grande amiga e colega de passarela, Sara Ziff, Picture Me: A Model’s Diary (Me Imagine: O Diário de uma Modelo, em tradução livre). Foi um olhar interno em como a vida de uma modelo realmente é. “Imagino que [Picture Me] foi um precursor para muitos do trabalho que está acontecendo agora da Time’s Up, éramos modelos em uma época em que a indústria estava cheia de assédio sexual.

Enquanto ela não faz mais parte da indústria da moda, Balfe continua a trabalhar com sua amiga como parte da Model Alliance de Ziff – uma organização criada para defender a igualdade no local de trabalho e a erradicação do assédio sexual na indústria da moda. “A Sara realmente começou [Model Alliance] como uma maneira dar proteção a certas garotas que trabalham na indústria que estavam completamente desprotegidas. Eu sempre tento me impor e defender as pessoas que não têm voz. Como uma das modelos mais velhas, apesar de ter apenas 19 anos, lembro-me de estar no Japão com garotas de 17 anos recebendo ordens para não comer ou mandadas para testes com pessoas que eram bastante duvidosas… Acho que, de certa forma, eu sempre assumi esse papel de tentar cuidar e proteger essas meninas.

Também houve a época em que Balfe não recebeu US$ 300.000 em salários acumulados nas temporadas de 2002 e 2003 em Milão, depois que sua agência italiana faliu, roubando os ganhos de seus clientes. “Havia muita desigualdade e abuso, seja físico, sexual ou financeiro,” ela comenta.

Assim como Ziff, Balfe está aberta à possibilidade de ir para atrás da câmera. “Eu adoraria. Sabe, um dos benefícios de estar em uma série de TV pelo tempo que estou é que tenho muitas horas vendo diretores diferentes, as diferentes abordagens do que eles fazem… o que funciona e o que não, sabe?  Tem sido uma experiência de aprendizado incrível. Como ator, você está limitado quanto as histórias que pode contar, mas acho que se puder dirigir ou produzir, você pode contar uma variedade muito mais ampla de histórias.

Até ela assumir esse manto, há um nome que Balfe adoraria ter em seu currículo. “Tipo, há muitas pessoas com quem eu adoraria trabalhar, mas um diretor em particular seria Andrew Haigh. Estou obcecada com os filmes dele, A Rota Selvagem, 45 anos…” Nesse momento, ela se recupera, como se estivesse cautelosa em se envolver demais no sonho e se recompõe. De volta ao sofá, em casa e, talvez, precisando de um lembrete de que, para todos os efeitos, ela “conseguiu”. “Estou no começo, sabe? Qualquer um que queira trabalhar comigo está ótimo.

Inicio » Revistas e Jornais | Magazines & Newspapers » 2019 » The Glass Magazine [Outono]

Após uma excelente estreia em um dos festivais de cinemas mais prestigiados do mundo, o Festival Internacional de Cinema de Toronto, a 20th Century FOX divulgou mais um trailer do filme com cenas inéditas. Nele, podemos ver um trecho da tão falada cena de briga entre Ken Miles (Christian Bale) e Carrol Shelby (Matt Damon), com a participação de ninguém menos do que Mollie Miles (Caitriona Balfe).

A divulgação do novo trailer trouxe a confirmação de que o filme estreia em território brasileiro em 14 de novembro.

Durante a década de 1960, um grupo de engenheiros americanos é designado pela empresa automobilística Ford para construir um carro de corrida mais rápido que o da, até então campeã, empresa italiana Ferrari. Tudo culmina na corrida do Campeonato Mundial Masculino, que acontece na França em 1966, onde o melhor carro deve vencer.

Com furação de 152 minutos, o filme ainda não possui classificação indicativa.

Confira a seguir o trailer legendado.

Inicio » Filmes | Movies » 2019 | Ford v Ferrari » Capturas de Tela: Trailer #002

Assista aqui a versão dublada do trailer.

Após uma excelente noite de estreia de Ford v Ferrari no TIFF 2019, o elenco do filme participou de uma coletiva de imprensa, na terça-feira (10). Tracy Letts, Jon Bernthal, Caitriona Balfe, Noah Jupe, Josh Lucas, Christian Bale e James Mangold discutiram a produção do filme e responderam perguntas de veículos de imprensa de todo o mundo.

Confira a seguir o que Caitriona Balfe teve a dizer sobre a sua experiência trabalhando nesta produção da 20th Century Fox.

Confira as fotos de Caitriona Balfe na Conferência de Imprensa de Ford v Ferrari em nossa galeria.

Inicio » Eventos e Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2019 » 09.10 | Conferência de Imprensa de “Ford v Ferrari” no TIFF [Dia 5]

Ford v Ferrari estreia nos melhores cinemas brasileiros em 14 de novembro.

Caitriona Balfe continuou a sua passagem pelo TIFF 2019 na última segunda-feria (9 de setembro), quando ela e seus colegas de elenco de Ford v Ferrari estiveram no tapete vermelho para a estreia do filme no Festival.

A atriz estava deslumbrante e claramente emocionada, enquanto posava para as fotos. Ela também atendeu aos fãs que estavam a sua espera e conversou sobre sua participação no filme com diversos veículos da imprensa.

As entrevistas legendadas podem ser conferidas a segui.

Entrevista de Caitriona Balfe ao etalk

Caitirona Balfe fala sobre trabalhar em Ford v Ferrari e conta quem do Festival ela levaria no banco do passageiro de um carro bom e veloz.

Entrevista de Caitriona Balfe ao ET Canada

Caitirona Balfe fala sobre a loucura que é toda a a animação do Festival, suas habilidades no volante e estar no set de Ford v Ferrari.

Entrevista de Caitriona Balfe ao ET Canada

Caitriona Balfe fala brevemente sobre a nova temporada de Outlander e sobre suas habilidades no volante.

 

Caitriona Balfe causou uma boa impressão no diretor do filme, James Mangold, que não poupou elogios ao chamá-la ao palco para o painel de perguntas e respostas que aconteceu antes da exibição do filme.

A seguir vou apresentar alguém que eu conheci e achei que era uma barbaridade de uma atriz brilhante e aí descobri que ela estava em uma série chamada Outlander. Isso parece significar muito para muitas pessoas, só recentemente assisti tudo. O nome dela é Caitriona Balfe.

https://twitter.com/PortalCaitBalfe/status/1171248947240800256

Durante o painel, Caitriona Balfe contou como foi interpretar Mollie Miles e conhecer o verdadeiro Peter Miles.

Ao final da exibição do filme, o elenco e equipe de Ford v Ferrari foram aplaudidos de pé e o longa foi bastante elogiado por todos que estiveram no Festival.

Ford v Ferrari é um filme incrível. E o elenco foi aplaudido de pé durante os créditos finais do filme.

As fotos da estreia podem ser conferias em nossa galeria de fotos.

Inicio » Eventos e Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2019 » 09.09 | Estreia de “Ford v Ferrari” no TIFF [Dia 4]

Após a estreia do filme, o Royal Bank of Canada comemorou a estreia dele com um coquetel para o elenco e convidados.

Inicio » Eventos e Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2019 » 09.09 | Coquetel da RBC comemorando a estreia de “Ford v Ferrari” na RBC House

Ford v Ferrari estreia nos melhores cinemas brasileiros em 14 de novembro.

Na noite de sábado (07), Caitriona Balfe compareceu à festa da Hollywood Foreign Press Association & The Hollywood Reporter no Festival Internacional de Cinema de Toronto (TIFF), onde seu mais novo filme, Ford v Ferrari, fará sua estreia na segunda-feira, dia 09.

Vestindo um terninho da marca Chanel, acompanhada de uma clutch da mesma marca, a atriz posou sorridente para fotos na entrada da festa.

Inicio » Eventos e Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2019 » 09.07 | Festa da HFPA & THR [TIFF – dia 02]

Inicio » Ensaios fotográficos | Photoshoots » 2019 » 005 | Austin Hargrave [retratos da festa da HFPA & THR no TIFF]

No domingo (08), a atriz e o elenco do longa iniciaram a divulgação do filme no Festival, participando de entrevistas nos estandes da Nordstrom Supper Suite Pop-UpThe Hollywood ReporterPeopleVariety. Confira as fotos a seguir.

Inicio » Eventos e Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2019 » 09.08 | Nordstrom Supper Suite Pop-Up [TIFF – dia 03]

Inicio » Eventos e Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2019 » 09.08 | AT&T On Location [TIFF – dia 03]

Inicio » Eventos e Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2019 » 09.08 | Variety Studio, apresentado pela AT&T [TIFF – dia 03]

Inicio » Ensaios fotográficos | Photoshoots » 2019 » 006 | Ben Trivett [retratos da People no TIFF]

Durante entrevista ao The Hollywood Reporter ao lado de Jon Bernthal, Noah Jupe, Tracy Letts e Josh Lucas, a atriz compartilhou a felicidade que foi trabalhar ao lado de Christian Bale.

Ford Vs Ferrari conta a incrível história real do visionário designer automotivo americano Carroll Shelby (Damon) e do destemido piloto britânico Ken Miles (Bale). Juntos, eles lutaram contra o domínio corporativo, as leis da física e seus próprios demônios pessoais para construir um carro de corrida revolucionário para a Ford Motor Company assumir o controle das pistas e derrotar os carros dominantes de Enzo Ferrari nas 24 horas de Le Mans, na França, em 1966.

Ford v Ferrari estreia no TIFF na segunda-feira (09) às 18:30 (Brasília). Na terça-feira (10), às 12:45 (Brasilia), acontece a conferência de imprensa com transmissão ao vivo pela internet através do link a seguir.

Além deste Festival, o longa também será exibido no Zurich Film Festival, que acontece de 26/09 a 06/10 em Zurique, Alemanha. Em 10 de outubro, ele estreará no BFI London Film Festival (com o título Le Mans ‘66) no Odeon Luxe, na Leicester Square, em Londres. Confira aqui as primeiras reações ao filme, após a sua exibição no Festival de Cinema de Telluride, em 30 de agosto.

No Brasil, o filme está previsto para estrear em 14 de novembro.

Na última semana, Caitirona Balfe e Sam Heughan estiveram ao vivo dos estúdios de Outlander para divulgar a data de lançamento da quinta temporada da série: 16 de fevereiro de 2020. Junto com esta informação, foi divulgado uma nova foto promocional de Jamie (Sam Hueghan), Claire (Caitriona Balfe) e Brianna (Sophie Skelton).

Assim, junto com a nova imagem da temporada e a data oficial de estreia, a Starz divulgou a sinopse atualizada da história que é baseada no quinto livro da série, A Cruz de Fogo.

A quinta temporada de Outlander mostra os Frasers lutando por sua família e pelo lar que eles construíram em Fraser’s Ridge. Jamie deve encontrar uma maneira de defender tudo o que ele conseguiu na América e proteger aqueles que o procuram em busca de liderança e proteção – enquanto escondendo o seu relacionamento pessoal com Murtagh Fitzgibbons, o homem que o Governador William Tryon o ordenou que perseguisse e matasse. Com a sua família finalmente reunida, Claire Fraser deve usar o seu conhecimento de medicina moderna e suas previsões para prevenir que eles sejam separados novamente. No entanto, enquanto ela se concentra em proteger os outros, ela arrisca perder de vista o que significa se proteger. Enquanto isso, Brianna Fraser e Roger MacKenzie se reuniram, mas a sombra de Stephen Bonnet ainda os persegue. Roger se esforça para encontrar o seu lugar – bem como o respeito de Jamie – nesse período novo e perigoso. Os Frasers devem se unir, navegando pelos muitos perigos previstos – e por aqueles que eles não podem prever.

No Brasil, a Fox Premium informou que a série retorna simultaneamente aos Estados Unidos, estreando também no dia 16 de fevereiro.

Ford v Ferrari foi um dos filmes exibidos no Festival de Cinema de Telluride que aconteceu no final de agosto (30), no Colorado, Estados Unidos.

O longa foi exibido na abertura do festival e não decepcionou: o público do auditório Werner Herzog (que estava lotado) ficou muito animado e ansioso após as intensas cenas de corridas. Alguns até derramaram algumas lágrimas. E, a julgar pela reação do público, o filme é um grande candidato ao Oscar.

A crítica parece ter gostado bastante do que viu. Algumas chegaram até a dizer que este é o filme que muitos adultos precisavam há algum tempo, em meio a tantos filmes repletos de capas e animais de computação gráfica. O diretor William Mangold concorda, “Somos um filme moderno em todos os sentidos da narrativa moderna, da tecnologia moderna e da sensibilidade moderna. Mas estamos tentando fazer algo que eu realmente sinto falta de assistir nos filmes, que é um filme para adultos que é divertido, instigante e comovente, e não está te vendendo mais do mesmo.

A participação de Caitriona Balfe no filme, como era de se esperar, não é muito grande e, mesmo notável, não deve ser suficiente para lhe render alguma indicação na temporada de premiação. No entanto, as apostas para o filme são grandes: fala-se de indicações de Melhor Ator até Melhor Edição de Cinema.

Confira a seguir algumas das críticas do filme que mencionam o trabalho de Caitriona Balfe como Mollie Miles.

(…) No início, Miles, um emigrante britânico, trabalha como um humilde mecânico em Los Angeles, onde mora com sua animada esposa Mollie (uma Caitriona Balfe brilhantemente simpática) e o jovem filho Peter (Noah Jupe). Não é difícil deduzir que Miles não tenha chegado mais longe na vida porque ele é um cabeça-dura temperamental, facilmente irritado e propenso a coisas duras; ele e Shelby entram em uma briga pra valer, em um ponto do filme.

(…)

A dinâmica animada do filme se deve muito à natureza brusca de quase todos os relacionamentos e interações no filme. Miles é energético e imprevisível com todos, exceto com sua esposa e filho; Shelby sempre parece estar cuidando de mais assuntos do que possível a qualquer momento; os exigentes Ford e Iacocca mantêm todos desequilibrados e em seus lugares; e os prazos iminentes e o perigo inerente à própria profissão dão um constante senso de desconforto sobre a mortalidade profissional e pessoal.

Todd McCarthy – The Hollywood Reporter

William Goldman certa vez descreveu ótimas histórias como as que você consegue quando o que você espera que aconteça acontece, mas não como você esperava. Ford v Ferrari não está longe da fórmula deste tipo de história – você sabe quais pontos ela precisa tocar e ela toca. Mas isso nem importa, pois é uma delícia assistir não só as sequências espetaculares das corridas, mas também as cenas mais íntimas com Miles, sua esposa e filho. Mangold não está aqui para exibir ou reinventar a roda, ele está aqui apenas para contar uma boa história.

Com uma bela cinematografia feita por Phedon Papamichael, uma trilha sonora de Marco Beltrami e uma equipe de design de som incrível, somos levados ao mundo dos carros de corrida muito velozes e às mentes de pessoas loucas o suficiente para ficar ao volante. Grande parte da alegria deste filme é simplesmente assistir o filho de Miles (um excelente Noah Jupe) ver seu pai correr. Sua esposa, interpretada por Caitriona Balfe, não tem muito o que fazer, mas provavelmente é a única esposa em um filme como esse que não está desencorajando o marido de fazer a única coisa que ele mais gosta de fazer.

O conjunto de elenco é de primeira qualidade, mas o filme provavelmente pertence a Christian Bale.

(…) Este é o tipo de filme que o público realmente quer ver, mas raramente tem a chance hoje em dia. Uma grande história, grandes cenas, grandes estrelas – e isso tudo deve ser visto em uma grande tela, pois filmes de grandes diretores exigem ser vistos desse jeito, especialmente quando você vê o que pagou para ver: carros rápidos de tirar o folego passando pelas pistas de corridas.

Sasha Stone – The Wrap

Eu prevejo que ele não só se tornará um enorme sucesso de bilheteria de boca a boca para a Fox e a Disney, como também deve entrar com facilidade em várias categorias do Oscar, incluindo Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Roteiro (para Jez Butterworth, John-Henry Butterworth e Jason Keller), Melhor Edição de Cinema, Melhor Cinematografia, ambas as categorias de Som e algumas de atuação.

(…) Catriona Balfe também está muito boa como esposa de Bale, e suas cenas junto com seu filho (Noah Jupe) têm uma verdadeira comoção nelas.

Um projeto que está em andamento há quase uma década, Mangold e seus roteiristas o decifraram e o fizeram dar certo em todos os níveis, desde as sensacionais e emocionantes sequências de corrida até o fator humano que nunca é perdido de vista.

Pete Hammond – Deadline

O conjunto do elenco se destaca. (…) Como esposa de Ken, Mollie, Caitriona Balfe aproveita ao máximo seu tempo limitado de tela, mas ainda consegue permanecer extremamente memorável.

(…)

Ford v Ferrari é uma máquina habilmente trabalhada. Emocionante em sua construção, com suspense em sua execução e cativante em suas atuações. É um grande concorrente do SAG Ensemble se ele se sustentar e ganhar tanto dinheiro quanto se poderia suspeitar. É um início esplêndido para o início da temporada de premiação.

Clayton Davis – Awards Circuit

O seu colega Miles é um piloto de corrida britânico morando em Los Angeles com sua esposa Mollie (Caitriona Balfe, ultrapassa o seu material) e filho Peter (Noah Jupe, demais) ao seu lado.

Gregory Ellwood – The Playlist

Ford v Ferrari fará sua estreia mundial no Festival de Cinema Internacional de Toronto em 9 de setembro, segunda-feira, a partir das 18:30. Em 10 de setembro, haverá uma coletiva de imprensa transmitida ao vivo no site oficial do festival.

O longa também será exibido no Zurich Film Festival, que acontece de 26/09 a 06/10 em Zurique, Alemanha. Em 10 de outubro, ele estreará no BFI London Film Festival (com o título Le Mans ‘66) no Odeon Luxe, na Leicester Square, em Londres.

No Brasil, o filme está previsto para estrear em 14 de novembro.

Na tarde de ontem, o perfil oficial de O Cristal Encantado: A Era da Resistência divulgou o seu mais novo trailer oficial. A Netflix Brasil compartilhou a versão legendada em português dele.

O trailer foca na ação da série e na batalha entre o bem e o mal: os Gelflings, a resistência, estão inquietos e se unindo para salvar Thra dos Skeksis, os seres que tomaram o poder.

A série de 10 episódios conta os acontecimentos que precederam o filme de Jim Heson de 1982, O Cristal Encantado, que já está disponível na Netflix (este sem participação de Caitriona Balfe). A série da Netflix conta uma nova história que se passa muitos anos antes dos eventos do longa. O ponto de partida é a cultura Gefling e o mundo Thra, que está morrendo. O Cristal da Verdade, uma fonte de poder incalculável, está no centro de Thra, mas está danificado, corrompido pela maldade dos Skeksis e esse mal se espalha pela terra. Quando três Gelflings, Deet, Rian e Brea, descobrem a horrível verdade por trás dos poderes dos Skeksis, eles começam uma jornada épica para iniciar uma rebelião e salvar o mundo deles.

No vídeo abaixo, é possível ver a personagem de Caitriona Balfe, Tavra, entre os minutos 1:49 e 1:50, abraçando a sua irmã Brea.

Clique aqui para saber mais sobre a personagem de Caitriona Balfe na série.

Um vídeo de bastidores e com informações importantes sobre o universo da série também foi publicado pela Netflix UK & Ireland. O vídeo completo pode ser visto aqui, mas a seguir está o trecho dele que mostra a primeira cena divulgada que conta com a dublagem de Caitriona Balfe.

O Cristal Encantado: A Era da Resistência estreia no mundo todo em 30 de agosto de 2019 com 10 episódios. Na Netflix Brasil ele deve aparecer no catálogo a partir das 04:00 do dia 31, já que as estreias são feitas no Fuso Horário do Pacífico.