Em 5 de junho, Caitriona Balfe, Sam Heughan, Sophie Skelton, Richard Rankin, a produtora executiva Maril Davis, a roteirista e produtora executiva Toni Graphia e o produtor de arte Jon Gary Steele estiveram em Los Angeles para o evento FYC da Starz, para promover a quarta temporada de Outlander para a temporada de premiações.

A Parade.com esteve no painel e cobriu os tópicos discutidos por Caitriona Balfe.

Claire é uma mulher moderna dos anos 1940 e volta no tempo para uma época em que as mulheres não têm função; elas são basicamente serventes dos seus maridos. Como é interpretar isso?
Isso tem sido o que é ótimo em interpretar essa personagem. Nós a conhecemos como uma jovem mulher, ela definitivamente estava no final dos seus 20 anos, e o marido dela era a pessoa que ela deferia de muitas maneiras. A Claire cresceu muito com isso.

Agora a Claire está nos seus 50 e poucos anos. Tem sido incrível passar por essa vida com essa personagem e  vê-la crescer. A Claire era uma pessoa de cabeça quente e temperamental. A sua necessidade de justiça e de poder dizer algo no momento não mudou, mas o que tem sido interessante é vê-la se tornar mais sábia e não tão tempestuosa e aprender a ter um pouco de calma.

Essa é a beleza em poder fazer uma série. Estamos nisso há 6 anos e meio. Você consegue deixar esses personagens evoluir de uma maneira muito orgânica. Acho que o Sam e eu adoramos ter essa oportunidade de levar esses personagens nessa jornada.

Parabéns à Claire, por ter uma opinião sobre a escravidão ser errada.
Enormes parabéns para os nossos roteiristas por tentar descrever a realidade da América Colonial e qual era a [expectativa] deste país, [ilustrando] o passado das pessoas que criaram esta democracia que temos hoje. Acho que é muito importante mostrar de onde todos vieram. Assumimos como uma grande responsabilidade mostrar isso de uma boa maneira, essa temporada.

Uma das coisas que as pessoas sempre dizem é que era assim que as pessoas eram na época, mas haviam pessoas que, não importa a era, sabiam distinguir o certo do errado.
Isso é algo que a gente sempre conversa. Nunca se pode interpreta um período de época. As pessoas são pessoas. As pessoas podiam não ter sido capazes de dizer como se sentiram, mas elas tinham os mesmos sentimentos desde o início dos tempos. Eu não acho que alguma mulher naquela época estava sentada lá, tipo, “Sim, eu concordo completamente que eu deveria ser uma cidadã de segunda classe”, ou “Essa é uma ótima escravidão para mim.” Não é assim que as pessoas eram, então os sentimentos ainda estão lá. Trata-se só do que você podia fazer com esses sentimentos. E é interessante nesses dramas de época poder explorar como você ainda se sente como ser humano e comover, dentro das restrições daquele período de época.

O que lar significa para a Claire?
Eu acho que, definitivamente, para a Claire, lar é a vida dela com o Jamie. Enquanto o Jamie estava sempre ligado à Escócia e esse era o lar dele, a Claire sempre esteve tentando descobrir o que isso significava para ela. A Claire sempre se sentiu solta. É só quando ela o conhece que ela realmente tem essa âncora. Então, a Brianna é o produto disso e, portanto, essas pessoas são o lar dela.

O que você espera que as pessoas levem dessa série, no final das contas?
Uma coisa que eu amo nela é que ela mostra que vale a pena lutar pelo amor. Eu acho que isso é algo que exploramos continuamente na série.

O que há em Outlander que tem um apelo global e reverbera tão rapidamente com os fãs?
Acho que é o talento incrível que temos. Nossa série também é tão visualmente linda. O talento do Gary, o departamento de figurino. Eles se superam a cada ano. Acho que quando você fala com qualquer um sobre essa série, também é sobre como ela é visualmente linda.

Fale sobre os cenários incríveis criados por Jon Gary Steele.
Acho que o que as pessoas não percebem é o quanto de trabalho é colocado nesses sets. As pessoas acham que nós apenas encontramos estes edifícios e eles já estão lá, mas o que o Gary cria a partir do zero… River Run foi o set mais incrível. Quando você olha para o interior escocês, poder imaginar que alguém pode transforma-lo para fazer com que se pareça a Carolina do Norte de uma maneira tão incrível. Para nós atores, você é completamente transportado. Ele torna o nosso trabalho tão fácil e é tão talentoso.

Você tem algum figurino preferido dos que você usou?
Na última temporada Terry [Dresbach] e Nina [Ayers] fizeram um trabalho tão incrível. Cada temporada conta uma história diferente. A nossa série vai de uma temporada para a outra e a última foi tão especial para todos nós contarmos a história de um imigrante vindo para a América e nossos figurinos refletiram isso.

O meu figurino preferido era esse visual de fronteira em que a Claire usava esse casaco masculino de segunda mão, ele contava a história de como era ir para essa área inabitada e ter que viver lá. Isso é o que um grande figurino faz, ele também conta a história.

Com o lançamento do primeiro trailer do último projeto cinematográfico de Caitirona Balfe, muitos fãs ficaram apreensivos que o papel dela na trama seria secundário e muito pequeno. E, mesmo aparecendo bastante no trailer (tanto brasileiro quanto francês), os fãs ainda imaginam que Mollie Miles, sua personagem, esteja na trama apenas para ouvir as corridas do marido no rádio.

O diretor do filme James Mangold sabe desses enormes clichés e, para a nossa alegria, quis evitá-los. “Ela entendia o que o marido dela fazia. Ela estava com ele desde antes da guerra,” ele contou ao Empire Online. “Ela sabe exatamente com quem ela se casou e quer que ele realize o seu sonho, aquele que ele entrou na meia idade sem ter a chance de realizar. Ela sabe que isso o atormenta. O destino dele é na pista e ele nunca pode cumpri-lo. É um relacionamento realmente único.

Sobre Caitriona Balfe, o direto a elogia. “Ela está fabulosa no filme.

Assista ao trailer legendado e veja as primeiras imagens de Caitriona Balfe como Mollie Miles a seguir.

Inicio » Filmes | Movies » 2019 | Ford v Ferrari » Capturas de Tela: Trailer #001

Ford v Ferrari estreia em 14 de novembro nos cinemas brasileiros.

Em uma breve entrevista ao The Hollywood Reporter, Caitriona Balfe discutiu o momento que ela sabia que a personagem dela era durona.

Claire e Jamie (Sam Heughan) se encontram presos após uma tempestade tumultuosa no final da terceira temporada. Conforme eles constroem uma casa juntos na Carolina do Norte, na quarta temporada, os mundos de Claire se colidem quando a filha deles, Brianna (Sophia Skelton), viaja no tempo para salvar seus pais.

Quando foi o momento em que você achou que a sua personagem era durona?
Caitriona Balfe: 
Quando eu tenho momentos em que a Claire tem que entrar no modo cirurgiã correndo e fazer algo fantástico, esses sempre são gratificantes, esses tipos de momentos pessoais heroicos na luta dela contra a injustiça e coisas assim.

Há algo na sua personagem que você ainda tem curiosidade?
Caitriona Balfe: 
A beleza de estar na quinta temporada de uma série é que você consegue evoluir. A personagem consegue evoluir. Isso é maravilhoso, porque seria horrível interpretar a mesma coisa diversas vezes. Estou interessada em como o tempo, a maturidade e a idade, como isso afeta como você reage às coisas? Acho que a Claire da primeira temporada era muito mais reacionária em impetuosa do que a Claire de agora, mesmo que o instinto de agir e lutar, isso só se manifesta de maneiras ligeiramente diferentes e ela não é mais tão impetuosa, suponho.

No último domingo (02), Caitriona Balfe, seus colegas de elenco Sam Hueghan, Sophie Skelton e Richard Rankin, bem como as produtoras executivas Maril Davis, Toni Graphia e o designer de produção Jon Gart Steele estiveram na Califórnia (EUA) para um painel sobre a quarta temporada de Outlander.

Inicio » Eventos e Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2019 » 06.02 | For Your Consideration: painel de ‘Outlander’, em Los Angeles [Photocall]

O elenco e a equipe falaram sobre a quarta temporada da série, em um painel que enfatizava que a série, seu elenco e sua equipe fossem considerados em diversas categorias na premiação Emmy 2019, que acontece em 22 de setembro.

Inicio » Eventos e Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2019 » 06.02 | For Your Consideration: painel de ‘Outlander’, em Los Angeles [Painel]

Sobre o figurino da série:O meu traje preferido dessa temporada foi quando a Claire vestiu um casaco masculino de segunda mão, o que realmente contou uma história. É isso o que é ser um bom figurino, é ser um contador de história.” Caitirona Balfe

Sobre o cenário:É um grande empreendimento transformar a Escócia na América colonial… as pessoas não se dão conta de quanto trabalho duro vai para [construir] os sets.” Caitirona Balfe

Sobre o roteiro:Muito bem para os nossos roteiristas por mostrarem de maneira honesta o início deste país.” Caitirona Balfe

Sobre a evolução da sua personagem: ao longo dos anos, “você pode deixar esses personagens evoluírem de uma maneira muito orgânica.” Caitirona Balfe

Sobre mostrar uma história de época:Você nunca consegue interpretar um período de época, as pessoas são pessoas.” Caitirona Balfe

Sobre a quinta temporada:Se a quarta temporada é toda sobre a família e onde o lar é, a quinta é toda sobre o que você faria para proteger esse lar e a sua família.” Maril Davis

Confira o painel completo a seguir.

Outlander está tentando uma indicação nas seguintes categorias:

  • Melhor Ator em Série de Drama: Sam Heughan
  • Melhor Atriz em Série de Drama: Caitriona Balfe
  • Melhor Ator Coadjuvante em Série de Drama: Richard Rankin
  • Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Drama: Sophie Skelton
  • Melhor Atriz Convidada em Série de Drama: Maria Doyle-Kennedy
  • Melhor Série de Drama
  • Melhor Roteiro em Série de Drama:The Birds & The Bees” por Matthew B. Roberts & Toni Graphia
  • Melhor Figurino de Época:Common Ground” por Terry Dresbach, Nina Ayres e Anna Lau
  • Melhor Direção de Arte em Narrativa de Época ou Programa de Fantasia (Uma hora): “Providence“, Jon Gary Steele, Nicki McCallum e Stuart Bryce
  • Melhor Fotografia: 
    Providence“, Stijn Van Der Veken, ASC, SBC
    Man Of Worth“, Alasdair Walker
  • Melhor Maquiagem para Série de Única Câmera (Não-Prostético): The Deep Heart’s Core“, Ann McEwan e Maxine Dallas

Os indicados serão anunciados em 16 de julho, às 12:30 de Brasília. Os vencedores serão anunciados na cerimônia que acontece em 22 de setembro, às 21:00 de Brasília.

Durante o intervalo da final da NBA que aconteceu na noite de hoje, a 20th Century Fox exibiu o primeiro trailer oficial de Ford v. Ferrari, o próximo filme com participação de Caitriona Balfe a chegar nos cinemas mundiais.

Com nomes de peso, como os vencedores do Oscar, Matt Damon e Christian Bale, o filme promete muita ação e emoção enquanto conta a história real de como a Ford se esforçou para vencer a Ferrari na Le Mans de 1966.

Ford Vs Ferrari conta a incrível história real do visionário designer automotivo americano Carroll Shelby (Damon) e do destemido piloto britânico Ken Miles (Bale). Juntos, eles lutaram contra o domínio corporativo, as leis da física e seus próprios demônios pessoais para construir um carro de corrida revolucionário para a Ford Motor Company assumir o controle das pistas e derrotar os carros dominantes de Enzo Ferrari nas 24 horas de Le Mans, na França, em 1966.

Diretor: James Mangold

Roteiristas: Jez Butterworth e John-Henry Butterworth e Jason Keller

Produtores: Peter Chernin, James Mangold, Jenno Topping

Elenco: Matt Damon, Christian Bale, Jon Bernthal, Caitriona Balfe, Tracy Letts, Lucas Josh, Noah Jupe, Remo Girone, Ray McKinnon

O filme tem previsão de estreia para 15 de novembro.

Na última semana, o perfil oficial do filme nas redes sociais também divulgou o pôster oficial do filme.

Confira as capturas de tela de Caitriona Balfe no trailer de Ford v Ferrari.

Inicio » Filmes | Movies » 2019 | Ford v Ferrari » Capturas de Tela: Trailer #001

O Entertainment Weekly noticiou ontem, com exclusividade, que a tão aguardada série O Cristal Encantado: A Era da Resistência ganhou data de estreia na Netflix estadunidense.

A série original da Netflix de 10 episódios que conta a história dos acontecimentos de antes do filme O Cristal Encantado (1982) estreia em 10 de agosto. Acreditamos que por ser uma produção original da Netflix a série também estreará nos demais países nesta data, incluindo no Brasil, porém nada foi confirmado ainda.

O Cristal Encantado: A Era da Resistência se passa no mundo de Thra e gira em torno de três seres, os Gelflings, que descobrem um terrível segredo por trás dos poderes dos Skeksis. Assim, eles saem em uma jornada épica para iniciar a rebelião e salvar o mundo. Os três personagens principais foram dublados por Taron Egerton, Anya Taylor-Joy e Nathalie Emmanuel. Caitriona Balfe dubla uma das Gelflings que deve se juntar à rebelião.

Além dos quatro nomes citados anteriormente, o elenco de dubladores conta com: Helena Bonham-Carter (O Discurso do Rei), Harris Dickinson (Malévola 2), Natalie Dormer (Game of Thrones), Eddie Izzard (Ocean’s Thirteen), Theo James (série de filmes Divergente), Toby Jones (O Espião que Sabia Demais), Shazad Latif (Star Trek: Discovery), Gugu Mbatha-Raw (The Cloverfield Paradox), Mark Strong (Kingsman) e Alicia Vikander (Tomb Raider). Já os Skeksis e Místicos serão dublados por Harvey Fierstein (Torch Song), Mark Hamill (Star Wars), Ralph Ineson (Game of Thrones), Jason Isaacs (The OA), Keegan-Michael Key (Key and Peele), Ólafur Darri Ólafsson (True Detective), Simon Pegg (Missão Impossível) e Andy Samberg (Brooklyn Nine Nine). Donna Kimball (The Happytime Murders) será a voz de Aughra.

Os produtores executivos da série são Leterrier, Halle Stanford e a filha de Jim Henson (criador do filme), Lisa Henson, que também é a CEO e Presidente da The Jim Henson Company.

Confira o teaser da série a seguir.

A tarde começou muito bem para os fãs de Outlander: há apenas uma semana após o início das gravações da quinta temporada da série, o canal divulgou a primeira foto do casal que amamos tanto: Jamie Fraser e Claire Frase. A Starz também divulgou a sinopse da temporada.

Iniciar um lar no Novo Mundo não é, de maneira alguma, uma tarefa fácil, e protegê-lo se mostra ainda mais difícil, particularmente no interior selvagem da Carolina do Norte, durante um período de dramática reviravolta sociopolítica. Como Claire sabe muito bem, amigos, vizinhos e compatriotas marcham inadvertidamente para a Revolução, com membros das classes dominantes de elite lutando para sufocar a alarmante corrente de agitação desencadeada pelo Movimento Regulador. Contra esse pano de fundo, que logo anuncia o nascimento da nova nação americana, Claire e Jamie são obrigados a se perguntar até que ponto eles estão dispostos a proteger o lar deles e rezam para que não haja motivo para acender a cruz de fogo, uma chamada escocesa antiga para a luta.

As gravações da quinta temporada foram iniciadas na última semana na Escócia. A temporada que deve estrear em 2020 conta com 12 episódios e será baseada no quinto livro da série de Diana Gabaldon, A Cruz de Fogo.

Com informações da Entertainment Weekly

Conheça a opinião da estrela de Outlander sobre ramen, zumbis e o coque masculino.

 

Conheça Caitriona Balfe, a interprete de Claire Randall em Outlander.

Os fãs de Outlander conhecerão Caitriona Balfe como a interprete de Claire Randall, uma mulher do século XX que acidentalmente viaja no tempo para a Escócia do século XVIII. Claire é corajosa, inteligente e sabe como beber um copo de vinho ferozmente quando precisa.

Mas como é a vida real de Caitriona? Decidimos perguntar a opinião dela sobre 23 coisas aleatórias para descobrir…

1. Gatos

Eddie. A minha pequena Eddie.

2. Netflix

A melhor! A melhor coisa de um sábado quando você está de ressaca,” ela disse. “Um grande saco de batatinhas. Netflix no meu computador. É o paraíso.

3. Tinder

Ridículo,” Balfe disse. “Por quê? Não. Sério?

4. Karaokê

Só para quando você estiver muito, muito bêbado,” ela disse. “E Blondie é sempre uma boa.

5. Vinho em caixa

Só às 4 da manhã, quando todo o resto da casa já foi bebido,” ela disse.

6. O Emoji do cocô

Usado demais.

7. Academia

Só às 4 da manhã,” ela brincou. “Não. É um mal necessário. Mas por que usar maquiagem na academia? Honestamente, isso precisa acabar.

8. Selfies

Também precisa acabar,” ela disse. “Olhe para onde você está. Não tire uma foto de onde você está. Aprecie onde você está.

9. Ramen

Ugh, delicioso,” ela disse. “Estou andando pelos lugares de ramen, em Nova York.

10. Scrabble

Muito legal,” ela disse. “Infelizmente, Sam Heughan é melhor nisso do que eu. Mas esse é o meu jogo da hora do almoço, quando estamos no set.

11. Banquete

Muito bom! Vou dar um esta noite!

12. Zumbis

Mortos-vivos. O que mais há para se dizer deles?” ela disse. “Eles não estão mortos. Isso é estranho. Eles são como baratas… Que nunca morrem?

13. Prince

Incrível. Eu tive um dos momentos mais tristes da minha vida, eu poderia ter conseguido ingressos de bastidores para vê-lo, mas eu não recebi a mensagem no meu celular. Eu chorei.

14. Maryl Streep

Incrível. Não há mais o que se dizer. Ela não faz nada errado,” ela disse. “Mas talvez ela poderia dar uns papeis para outras pessoas. É demais.

15. Coque masculino

Eu conheço uma pessoa que usa isso, mas nem sempre é uma boa ideia,” ela disse. “Viu? Eu nem estou falando. Eu não disse isso.

16. Geek

É o novo sexy.

17. Sereias

“Não são reais. Sinto muito. Elas não existem.”

18. Tatuagens

Elas parecem uma boa ideia no momento,” ela disse. “Tenho inveja das pessoas que têm. Eu sou muito franguinha para fazer uma.

19. Star Wars

Muito ansiosa para ver o novo,” ela disse. “Algo que eu não entendo muito bem. Coques laterais.

20. Kilts

A saia masculina,” ela explicou. “Ela acompanha uma murse, que seria uma bolsa masculina. Conheço algumas pessoas que têm ambos e usam ambos.

21. Irlanda

Lar,” ela sorriu. “E uma coisa que eu direi sobre a Irlanda, a gente não come repolho cozido e o que é aquela coisa que todos comem aqui no Dia de São Patrício? Carne enlatada? A gente não tem isso. Isso acabou em 1743. É passado. A gente não faz isso, então não coma isso no Dia de São Patrício.

22. Escócia

Segunda no mundo, depois da Irlanda, sério,” ela disse. “É como o primo pobre, mas é um primo pobre legal. Um primo pobre que você gosta de passar um tempo, mas não de comer a comida dele, porque ela é estranha. Eles fritam tudo, barras de chocolates Mars, pizzas, sério.

23. Jamie Fraser (também conhecido como seu colega de elenco de Outlander, interpretado por Sam Heughan)

Uma caixinha de surpresas,” ela disse. “O que mais há para se dizer? Ele é fofo, ele é bonito, ele é o homem entre os homens.