Dia 20 de outubro, a personagem interpretada por Caitriona Balfe em Outlander, Claire Elizabeth Beauchamp Randall Fraser, comemorou o seu 100º aniversário.

Em meio a muitas mensagens comemorando a personagem e agradecendo Diana Gabaldon e até mesmo Caitriona Balfe por uma das personagens mais fortes e inspiradoras que já vimos, estava a da atriz que deixou o seu agradecimento em sua conta oficial no Twitter, “Uauuuu! Feliz 100º aniversário, Claire Beauchamp Randall Fraser… Obrigada por mudar a minha vida e por dar alegria a tantas pessoas… Obrigada por entrar na cabeça da incrível Diana Gabaldon a quem estamos todos tão endividados.

E, para a alegria de todos, Caitriona Balfe interagiu com o fãs durante todo o dia, “E para comemorar… 100 perguntas ao longo do dia. Que tal 25 agora mesmo? Beijos.

Confira a seguir a primeira parte da tradução das perguntas e respostas de Caitriona Balfe em sua conta do Twitter. Além de falar sobre Outlander, a atriz compartilhou curiosidades suas, deu conselho e disse que adoraria visitar o Brasil e conhecer seus fãs brasileiros.

1. Laura: Qual foi a cena mais desafiadora de gravar?
Aquelas em que o relógio está correndo e todos estão correndo por aí estressados para acabar, antes das luzes se apagarem.

2. Alex: Qual é a sua parte preferida da Claire?
A paixão e a compaixão dela… Fazem dela uma mulher muito incrível.

3. Vicky: Há alguma música que te lembra da Claire
Bandages – Hot Hot Heat

4. Inny: Coisa preferida sobre a Claire na quarta temporada?
Conhecer Adawehi

5. : Você viria ao Brasil algum dia para conhecer os seus fãs?
Sim!!!!!

6. Emma: Se você pudesse conhecer a Claire, o que você diria à ela?
Obrigada.

7. Jill: Se você pudesse pegar uma peça de Claire de cada temporada, o que você escolheria?
Desta temporada, um casaco vermelho de amarrar.

8. Karla: Qual foi a cena te deixou com a maior mensagem/lição?
Faith 💔

9. A Dream of Outlander: Qual foi o adereço mais incomum que você usou para gravar?
Um coco.

10. Amanda: Do que você mais se orgulha?
Depois de 4 anos, o elenco e a equipe ainda são uma grande família feliz.

11. Dr. Nik Mac: De todas as temporadas, qual foi a coisa mais legal/divertida de se aprender?
Como andar a cavalo direito.

12. Cami: Como você descreveria a quarta temporada em apenas UMA palavra?
EUA.

13. Jill: Como você passou pela NY Comic-Con com tudo o que acontece naquele dia… semana. Os painéis de vocês elevaram meu ânimo. Como você elevou o seu e esteve presente com os seus fãs?
Sabendo que a raiva pode ser canalizada em ação…

14. Maria: Quais são os seus 3 sabores de chá preferidos?
Hortelã, rooibos e erva-doce

15. Grace: O que você faria se você pudesse passar um dia com a sua personagem?
Fazer uma caminhada nas montanhas, experimentar as melhores ervas da Claire e conversar, conversar, conversar (hehehe!!)

16. Kate: Espere, eu acompanhei de verdade uma das suas sessões de P&R? Eu vou chorar.
Não chore, é um momento feliz.

17. Jill: Quem errou mais as falas gravando a quarta temporada, você ou o Sam Heughan?
Sempre o Sam Heughan…

18. Lisa: O que você fará quando tiver 100 anos?
Estarei flutuando no espaço com todos os outros átomos.

19. Julie: Esse é um bom pescoço para alguém de 100 anos.
Ela tem alguns bisturis e agulhas (haha!).

20. Laine: Qual carro a Claire dirigiria no século XXI?
Você não assistiu a 3ª temporada? Ela dirige como ela faz todo o resto… Sendo fodona.

21. Ella: Qual foi o último livro que você leu? Você o recomendaria?
Normal People da Sally Rooney e sim, recomendo muito.

22. Loni: Qual foi o seu paciente preferido de cuidar como Claire?
Bem, JAMMF (Jamie Alexander Malcolm MacKenzie Fraser), claro.

23. Doris: Você já fez algumas sessões de fotos para Outlander até agora, qual foi a sua preferida?
A primeira de todas, pois foi onde tudo começou.

24. Kaytee: Você tem algum ritual antes de gravar?
Decorar as falas!!!!

25. Lea: Você preferiria falar qualquer língua fluentemente ou poder falar com os animais?
Animais, animais, animais!!!!!!

25!!! Até mais tarde, pessoal. 😘😘😘😘

Cerca de duas hora depois, a atriz voltou com mais 25 perguntas e uma solicitação para os fãs, “Quem é super tecnológico? Acho que uma montagem de aniversário legal da Claire seria incrível… Mostre-me o melhor trabalho de vocês!!! Certo… Próximas 25!

26. Katherine: Bolsos na saiaaaaaa! 🙌🏻
Não é uma pergunta, mas SIM! Sempre, bolsos na saia!!!

27. Kim: Você costura? Ou você é tão boa que pareceu exatamente como a minha mãe, uma costureira experiente, na cena da roupa do Batman? 😀🏳️‍🌈
Minha mãe me ensinou quanto eu era pequena… Então eu (meio que) sei me virar com uma máquina!!!

28. Gabriella: Qual fala da Claire é a sua preferida?
I am not the meek and obedient type.” (Eu não sou o tipo manso e obediente.)

29. Camis: Que conselho você daria para alguém que está perdida sobre o que fazer com a sua própria vida?
Comece com passos pequenos. Faça um planejamento semanal, depois um mensal e, finalmente, um anual para o que você quer alcançar. Divida em ações viáveis uma a cada dia. Antes que você perceba, você estará no seu caminho!!!

30. Ana Garcia: Eu estava pensando, o que você faz quando as pessoas te mandam ódio ou negatividade?
Continuo andando com a minha cabeça erguida.

31. Gabriele: Como foi gravar com uma cobra? Você consegue descrever a quarta temporada com 3 emojis?
Amei Scar… Ótimo colega de elenco! 😊☹️😫🤬😊

32. Renata: Você já experimentou caipirinha? Se não, você deveria experimentar. 🍹🇧🇷
Sim. Delícia!!!

33. Britt: Claire e eu fazemos aniversário no mesmo dia! Eu amo que ela é uma protagonista tão forte e feminista. Que fala ou cena dela fez você ficar “Isso, garota!” quando você a leu?
Feliz Aniversário 🎁

34. Jenny: A cidade que você está ansiosa para ver, mas nunca viu?
Atlantis!!!

35. Mahoor: Quem é o seu ator preferido de todos os tempos?
Paul Newman.

36. Melissa: Livro e filme preferido de quando você era criança e por quê?
O Morro dos Ventos Uivantes Sociedade dos Poetas Mortos

37. Emma: Uma cena do livro que você queria muito que tivesse aparecido na série?
Brianna se machucando quando a Claire estava trabalhando…

38. Megan: O que você acha que o Jamie daria à Claire para o aniversário dela de 100 anos?
Um andador!!!

39. Kelsey: Momento de bastidor ou no set preferido?
Quando o John Bell finalmente relaxou em nossa companhia, não é JB!!??!!

40. Fernanda: Qual ator/personagem que já deixou Outlander que você mais sente falta?
Bem, tem que ser o Tobias Menzies… Provavelmente [sinto mais falta da] a versão Frank [dele] de que a de Black Jack!

41. Shamrock: Quando você está estressada, o que te acalma e te relaxa?
Música.

42. Lucia: Como você se sentiu ao entrar na prisão de Wentworth? E como a Claire se sentiu quando ela viu o Jamie lá?
Foi incrivelmente intenso. O Sam e o Tobias criaram uma atmosfera intensa que tornou cenas realmente difíceis, mas muito gratificantes.

43. Bibi: Cait, você como alguém que vem de uma grande família, você acha que a Claire gostaria de ter tido irmãos?
Hmmmmm… Acho que ela gosta de ser quem recebe a atenção, então talvez não!!! Ha.

44. Charlene: A Claire prefere um bom café ou um bom uísque?
Os dois ao mesmo tempo… Irish Coffee!!!! (perdão pelo meu francês ruim!)

45. Loni: Você cavalga excelentemente na série. Você já pensou em ter o seu próprio cavalo? 🐴
Eu ADORARIA.

46. Naimz: Se você pudesse dar à Claire qualquer presente, o que você daria à ela?
Aquecimento central e um chuveiro quente.

47. Mari: O que você tem planejado para outra camiseta para doações de caridade?
Fiquem ligados… Devo ter todos os detalhes até o fim dessa semana!!!

48. Grace: A coisa mais vergonhosa que você pode revelar sobre o Sam Heughan?
Ele não sabe dançar.

49. Fotini: Qual seria o sabor do bolo de aniversário da Claire?
Bolo de limão: doce e ácido ao mesmo tempo!!!

50. Ana: Três palavras para descrever o relacionamento da Claire e do Jamie na quarta temporada?
Firme.

51. Em: Qual música sempre te deixa de bom humor?
(Não sou fã normalmente, então peço desculpas por isso, mas …) Kanye – Good Morning.

52. Alisa: Quem é mais teimoso… a Claire ou o Jamie?
Eu diria que é bastante equilibrado…

53. Jenni: Como está a sua linda bebê de pelos, Eddie?
Ela está de férias recebendo litros de amor, enquanto estou em L.A. Tenho certeza que ela se lembra de mim… né?!?!?

54. Erin: Você aprendeu alguma coisa desde que se mudou para a Escócia?
Sim, não tire um escocês do sério. Eles ficam de pavio curto quando chateados!!!!

55. Mich: Algum bom conselho para se tornar uma boa atriz?
Viva uma vida curiosa.

Deixarei vocês com esse presente até as próximas 25!!!!

Mais tarde, Caitriona Balfe retornou com mais algumas respostas e brincando com mais um colega de elenco, “Certo, quem está a fim de mais 25 perguntas????? Oh, olá velhinho.

56. Angie: Ano passado, você mencionou que Le Labo, Tuberuose era a sua fragrância preferida. Ainda continua sendo a sua preferida?
Ela ainda é uma que eu uso, quando eu lembro de passar perfume!

57. Teresa: Qual é o seu hábito mais irritante?
Esquecer de responder e-mails (ou é o que me disseram).

58. Alexia: Se você tivesse a chance de conhecer a Claire, qual você acha que seria a primeira impressão dela de você?
Tremo só de pensar!

59. Donas: Espero que essa pergunta não seja muito pessoa, mas sou uma ex-joalheira. Adorei o seu anel de noivado! O seu noivo mandou muito bem! Você pode me dizer o tamanho da pedra central? Me parece dois quilates… E eu amo quilates. 💍
Cait: Não perguntei… Não me importa… Só me importa que ele escolheu e que ele perguntou!!!

60. Sarah: Qual é a sua comida reconfortante preferida?
Lámen, não.. pizza… não …. hamburger…. não …. sushi ….. aghhhhh

61. Sasnak: O que você espera conseguir fazer, antes de voltar para trabalhar na quinta temporada?
Ter uma coisinha chamada… Vida!

62. Ana: Quais celebridades você acha que são as mais influentes?
No momento, estou amando a Jameela Jamil. A campanha dela chamada “I Weigh” é inspiradora! Sigam ela!

63. Joan: Você já acabou de gravar Ford v Ferrari? Quando vai estar nos cinemas?
Ainda não. Termina na próxima semana, acho… Nos cinemas no meio do ano que vem… E eu sinto que será 💥💥💥.

64. Linda: Qual é a sua bebida preferida? A da Claire é qualquer coisa com álcool. 
Água!!! (….ahem…. coff coff ….. !!!)

65. Teresa: Algum outro projeto a caminho?
Talvez… Algumas coisas que eu possa falar para vocês em breve.

66. Larissa: Em uma escala de 1 a 10, o quanto você ama trabalhar com o Sam Heughan?
Está bem, estendemos..!!!! Ele é INCRÍVEL!!! Minha nossa!!!!! (uma garota pode ter UM dia 😜🤪🤪)

67. Gabriele: A melhor coisa de trabalhar com a Sophie Skelton? 
Ela é INCRÍVEL demais!!!!

68. Melissa: Comida caseira preferida quando você está visitando a sua família?
Frango assado, purê de batatas, ervilhas e molho. E o pão integral da minha mãe!

69. Jen: Você pode nos dizer onde você comprou o pingente que você usou diversas vezes?
Em uma loja de antiguidades em Carmel, na Califórnia.

70. MReyes: Você disse que a melhor qualidade da Claire é a compaixão, qual o pior defeito dela (se existir um)?
Bom, ela pode ser um pouco impetuosa.

71. Ikaro: Sassenach, não me ignore. Quem é o melhor marido? O Sam ou o Tobias?
Não sou casada com nenhum deles e, até onde sei, nenhum deles já foi casado, então ninguém sabe????

72. Cam: O que você mais gosta em fazer convenções? 
Conhecer todos vocês.

73. Jessica: Acabei de chegar em casa do casamento da minha amiga e estou na cama lendo Outlander e na espera de ganhar um tuíte de você. 👀
Parabéns ao casal feliz.

74. Grace: Se você pudesse escolher qualquer personagem de Outlander para ser seu amigo na vida real, quem seria?
Bem, felizmente posso contar com muitos dos atores para serem isso!!!!

75. Anallu: Como é trabalhar com a Lauren Lyle?
Amo ela. Ela é a melhor.

76. Vicky: Álbum preferido que você está ouvindo agora ou no set?
O novo do Artic Monkeys.

77. Vicky: Veremos a Claire segurando um bebê essa temporada? 👀 (eu tinha que perguntar 👀)
Claire e Jamie têm outro bebê!!!!!!! Ela teve uma menopausa muito, muito tardia!!!!!! Pessoal!!!!!!!!!! (Brincadeira!!!!)

78. Migz: Se você pudesse se apaixonar por outro personagem sem ser o Jamie ou o Frank, quem seria?
Clarence!!! Ele era como um…

79. Taylor: Descreva a sua personalidade de criança? Você era encrenqueira?
Ennnnnncccccccreeeeeeencaaaaaaaa!!!!! Meus pais ainda estão na terapia!!

80. 🤗: O Sam costumava ser o seu marido. 🤔
O Sam é um ator. Ele e eu nunca fomos marido e mulher. Ele interpreta um personagem que FOI e É casado com a Claire Beauchamp Randall Fraser!!! 😜

81. Emy: Descreva o relacionamento da Claire e do Rollo em poucas palavras. 😛🐕
Nirvana!!!!

82. Jessica: Pergunta séria aqui, você concorda com a teoria que diz que o Richard Rankin e o Sam Heughan são a mesma pessoa? 🤔
Eh. Não.

83. Graham McTavish: Ai. 😢
Você deveria ter sido mais legal, Dougal… Você deveria ter sido mais legal!!!!!
Graham: Acho que na verdade essas foram as últimas palavras que você sussurrou para mim, enquanto você cravava a faca no meu coração partido. Junto com, ‘Quando é o almoço?”

84. Fleur: O que aconteceu com a quarta e última rodada de perguntas e respostas? 😉
Peguei no sono..desculpe-me!!!!!!.. Vai ….mais 25. Começanco…. AGORA!!

85. Laura: Você gostou da caneca “I like your Cattitude” que eu te dei em Paris? 🐱
Sim! Obrigada. Beijo.

86. Andy: Oi, Caitriona. No livro, Jamie e Ian mostram a Claire como tricotar. Você faz tricô ou crochê?
Tricô. Mais ou menos. Muito mal!!!

87. Kelly: Coco, o coco foi um bom parceiro de cena ou uma diva total?
Uma DIVA total.

88. Pat: Você tem um filme musical preferido?
Não é bem o meu gênero preferido, mas provavelmente Cinderela em Paris.

89. Heather: Aquele um adereço que pode, misteriosamente, “por engano” acabar na sua posse do set de Outlander?
Há alguns pratos e tigelas de barro na casa dos Frasers … hmmmmm

90. Jill: Você vai tirar férias depois de terminar seu filme? Esperamos que sim!
Eu planejo!!!

91. Jill: Roupas preferidas para usar quando você está apenas de bobeira, sem trabalhar?
Eu sou o tipo de garota de jeans e camiseta.

92. Rosanne: Você tem algum regime de treino, como o Sam Heughan? 🏋️‍♀️🧘🏼‍♀️ 
Eu. Não. Consigo. Entrar. Nessa. Coisa. De. Academia.

93. Ambre: Qual é a sua coisa preferida para se fazer em um dia de folga?
Dormiiiiiir e depois ler.

94. Tess: A sua fantasia preferida de Halloween. De criança ou adulta. 😜
Tem que ser assustadora…

95. Stephanie: Tenho uma pergunta, já visitou a Carolina do Norte?
Sim. É linda!!!

96. Jill: Foi gravado do lado de fora, pois sabemos como a Escócia pode ser fria. ❄️ 😬
Sim, foi. Mas foi o nosso último dia de gravações, então era verão (ainda assim, um verão escocês!!), então não estava muito frio.

97. Helen: Qual a sua opinião sobre os fãs serem intimidados em seu nome? Vale a pena defender? Sim ou não?
Ninguém deveria intimidar ninguém. Somos todas pessoas crescidas que deveriam saber, a essa altura, tratar todos com gentileza e respeito. Independente das opiniões divergentes.

98. Clarissa: Uma palavra para descrever a vida de C e J no Fraser’s Ridge? 
Feliz!

A nova temporada de Outlander estreia em 4 de novembro nos Estados Unidos (Starz) e no Brasil (Fox Premium, às 23h).

Caitriona Balfe cresceu em uma pequena cidade na Irlanda e partiu para Paris aos 19 anos, quando assinou um contrato de modelo. Isso foi anos antes de ela se tornar conhecida como Claire Fraser, a heroína viajante no tempo de Outlander, a série da Starz baseada na popular série de livros de Diana Gabaldon, que começa a sua quarta temporada em 4 de novembro.

A atriz de 39 anos, que acabou de ficar noiva do produtor musical irlandês Tony McGill e está trabalhando em um novo filme sobre corridas de carros dos anos 1960, Ford v Ferrari, recentemente falou com a Parade sobre os seus ávido fãs e crescer como uma garota corajosa.

Como eram os domingos quando pequena na Irlanda?
Os domingos sempre começavam com a minha mãe nos subornando (Balfe, seus três irmãos e três irmãs) a sair da cama. Ela faz o pão integral caseiro e os bolinhos mais incríveis. Ela trazia chá ou café e bolinhos, aí éramos tirados de casa para ir à missa.

E depois?
A gente tinha um grande almoço barulhento em família e depois cada um ia para o seu canto. Sempre havia muita leitura ou, se a TV estava ligada, eu assistia às corridas de Fórmula 1 com o meu pai. Era sempre um grade dia familiar muito barulhento, pois todos estavam em casa.

Na sua casa, as meninas eram maioria.
Sim e mais do que só em número. Minhas irmãs são todas muito fortes. Corajosas é outra palavra. Acho que os meninos fizeram o que podiam para sobreviver.

Como é um domingo típico para você agora?
Eu sou uma pessoa que ama brunch, então eu me forço a levantar, aí encontro o melhor local para comer brunch por perto. Adoro pegar o jornal, sentar e ler. Se eu conseguir dar uma andada, isso é sempre legal. Os domingos devem ser um dia sem culpa, que você apenas relaxa, mas geralmente há um pouco de lição de casa para fazer, especialmente se gravamos na segunda-feira.

Se for inverno, você acende a lareira e liga um bom filme antes de dormir ou prepara uma refeição gostosa. Às vezes, passo algumas horas preparando comida para os próximo dias, também. É legal ligar uma música e passar um tempo se distraindo pela casa.

Qual é a sua coisa preferida na sua personagem de Outlander, Claire?
A empatia e a habilidade dela de se conectar com as pessoas e entender a diferença entre o certo e o errado e onde a justiça deveria existir, essas são as coisas que amo nela. E a capacidade dela de amar e viver e até mesmo de lutar tão imensamente. Ela tem uma imensa capacidade de sentir e isso é uma coisa incrível de poder mostrar. Você pode realmente se jogar nessas grandes emoções e se expressar muito fortemente. Interpreta-la me deu muita confiança e força que eu não acho que tinha 5 anos atrás.

Como curandeira, e depois uma médica, a Claire vê muita coisa nojenta. Como você reage ao ver sangue?
As pessoas sempre me perguntam: “Você enjoa fácil?” e eu fico tipo, “Bem, não, porque [na série] eu vejo como uma coisa grudenta, doce e vermelha. E não é de verdade e a vida de ninguém está em risco.

Mas quando a gente tem a oportunidade de fazer certas coisas, como na terceira temporada, quando eu pude fazer aquela operação no hospital, eu amei. É tão interessante. Tivemos enfermeiras de verdade nos auxiliando na operação da cena. A enfermeira chefe dizia, “Não, não é assim que os instrumentos seriam disposto e não é assim que você lida com isso.” Ela estava sendo um pouco mandona e era fascinante.

O quão como a Claire você é?
Você filtra uma personagem através das suas próprias experiências, então, de muitas maneiras, você trás muito de si mesma. Por mais que eu tente imaginar outras maneiras de abordar algo, sempre terá um pouco da minha experiência ou do meu entendimento. Acho que no fim do dia, partes de você começam a aparecer. Eu gostaria de pensar que não sou tão teimosa e obstinada quanto a Claire, apesar de que o Sam e outras pessoas que me conhecem muito bem discordariam comigo quanto a isso!

Você e Sam Heughan, que interpreta a sua alma gêmea Jamie Fraser, são bons amigos?
Tomamos a decisão, antes de começar a gravar, quando ele e eu estávamos em Londres tendo os nossos cabelos destruídos. Fomos andar, eu com a minha permanente de poodle e ele com ruivo no cabelo. Estávamos falando sobre isso e ficamos, “Quem sabe o que isso será?” A gente não tinha gravado nada ainda. Mas ambos dissemos, “Temos que apoiar um ao outro. Se não nos apoiarmos, quem sabe o tipo de confusão que isso pode se tornar?” E fizemos isso desde o primeiro dia.

Somos os maiores apoiadores um do outro. Ele sempre está lá se eu precisar conversar ou se eu estiver estressada com algo e vice-versa. Temos traços de personalidade muito semelhantes, mas também lidamos com as coisas de maneira muito diferente.

Como assim?
Sou muito mais otimista, mas ele meio que me acalma se estou ficando muito frustrada com as coisas. E ele pode ser, talvez, um pouco passivo, então, às vezes, eu dou um empurrão quando ele precisa defender algo. E isso funciona muito bem.

E quanto a todos aqueles fãs ávidos?

Os fãs de Outlander são intensos e muito apaixonados. Nunca tinha experimentado nada assim antes! Por exemplo, eu estava no Globo de Ouro esse ano e todo mundo com quem eu conversava dizia, “Você viu os seus fãs? Você viu aquele pessoal?” É incrível. Eles comparecem aos nossos eventos de caridade e são tão generosos com o tempo, o dinheiro, o entusiasmo e o apoio deles. É incrível. Acho que é muito raro você se tornar parte de uma comunidade como essa.

Havia um grupo enorme de fãs  para os livros de Diana Gabaldon. Somos muito sortudos de eles terem nos aceitado e que ficaram felizes com o que estávamos fazendo. Temos muito o que agradecer a eles.

Os fãs aceitaram que você e o Sam não são um casal na vida real?
Há um pequeno grupo que realmente queria [que fossemos], o que é apenas um testemunho dos personagens que retratamos, que a história de amor é tão inspiradora e tão aspiracional que as pessoas realmente querem acreditar nela. E isso é uma coisa legal. Mas acho que as coisas estão bem claras agora que estou noiva de outra pessoa. Todo mundo entende isso agora.

Qual é a novidade sobre o seu próximo filme?
O titulo de trabalho é Ford v Ferrari. Ele fala sobre a rivalidade entre a Ford e a Ferrari na Le Mans, entre 1963 e 1966. Eu interpreto Mollie, a esposa de Ken Miles, que ajudou o famoso motorista-mecânico Carroll Shelby a construir o carro Cobra. É um filme muito legal sobre as consequências para a família, quando você vive no mundo de vida ou morte das corridas de carros.

Quando você teve a oportunidade de fazer o teste para o papel da Claire, você tinha lido algum dos livros da série de Outlander?
Não, mas quando eu descobri que eu ia fazer um teste com o Sam [Heughan] e me encontrar com os produtores, eu liguei para a Book Soup, essa livraria fantástica em West Hollywood e disse, “Vocês têm esse livro?” Eles tinha só uma cópia, então eu disse, “Guarde ela com a sua vida, estou indo aí em 5 minutos.

Daí eu estava pegando pelo livro e o cara no balcão disse, “Oh, você sabia que eles estão fazendo uma série de TV disso?” E eu fiquei, “Ah, é?” Ele disse, “É. [O roteirista-produtor] Ron D. Moore está fazendo. Eu fiz meu TCC sobre ele, na faculdade.” Foi um bom presságio.

Eu mergulhei no livro por três dias e aí, quando eu conheci o Ron e depois com o Sam, pude dizer, “Sei exatamente do que estou falando. Sei como esse papel seria.” Acho que isso provavelmente funcionou a meu favor.

Você já tinha passado um tempo na Escócia, antes de gravar Outlander lá?
Tinha, um pouco. Duas das minhas melhores amigas de infância tinham morado em Edimburgo e Glasgow. Eu estive lá para visitá-las algumas vezes, mas eu não sai de Edimburgo ou Glasgow, então eu não tinha passado nenhum tempo no campo, o que, obviamente, agora eu passei bastante.

Eu não tinha morado no Reino Unido ou na Irlanda há um tempão. Eu estive nos EUA por uns 13 anos. Então, era definitivamente parte da atração [de Outlander], poder voltar para um lugar que era muito próximo e semelhante de casa, mas talvez não como em casa. E pareceu isso quando eu voltei. Acho que a alma, de alguma forma, reconhece partes do mundo ou coisas que me lembram da infância e com a qual eu cresci. Obviamente, a Escócia e a Irlanda são muito semelhantes. Então, foi muito acalentador, suponho, quando eu voltei no começo. [Parecia] Que eu estava reconectando com o meu eu mais novo e tudo isso, o que foi muito legal.

A Escócia, e a Irlanda, tem um apelo romântico.
Sim, o campo é tãp selvagem, e mesmo com todo esse clima há algo realmente romântico nisso. E eu cresci no campo, então eu sempre estava subindo em árvores ou saindo para explorar com o meu irmão ou irmã para as colinas. Então, meio que tinha essa ligação romântica com a minha infância.

As coisas preferidas de Caitriona Balfe

Comida: Brunch. “É uma coisa tão americana. Tem que ter café forte e ovos em algum lugar nessa mistura.

Música: Uma mistura, “Depende do humor, mas há um ótimo canal musical no Reino Unido, o 6 Music, que tem uma grande variedade de música alternativa, que é mais a minha batida.

Filme: Meu Ex é um Espião (estrelando seu colega de elenco de Outlander Sam Heughan), documentário de carros.

Esporte: Fórmula 1

Livros: Livros napolitanos de Elena Ferrante, A Cruz de Fogo (quinto livro da série de Outlander) e O Vale das Bonecas. “Quando estou em um papel (como o de Mollie, em Ford v Ferrari), gosto de escolher livros daquela era, para imaginar o que a personagem leria naquela época.

Na segunda-feira (08), Caitriona Balfe participou da coletiva de imprensa da quarta temporada de Outlander.

Durante grande parte do dia, a atriz conversou com jornalistas do mundo todo e contou o que podemos esperar de sua personagem na nova temporada da série e do relacionamento dela com Jamie Fraser (interpretado por Sam Heughan).

Confira as fotos a seguir.

Inicio » Eventos e Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2018 » 10.08 | Coletiva de imprensa de ‘Outlander’, em Los Angeles

A primeira entrevista divulgada foi a de Margaret Gardiner. Nela, a atriz fala sobre o novo lado da Claire que veremos na quarta temporada de Outlander e sobre o relacionamento dela com a tia de Jamie, Jocasta e as diferentes opiniões delas.

A divulgação da nova temporada da série foi iniciada na semana passada com o painel de Outlander no PaleyFest, em Nova York, seguido de sua participação na NYCC.

A quarta temporada de Outlander estreia em 4 de novembro nos Estados Unidos, pelo canal Starz, e no Brasil, pelo canal Fox Premium.

Há apenas duas semanas e meia da estreia da quarta temporada de Outlander, as novidades não param de ser divulgadas.

Na tarde de hoje (17), a revista Vanity Fair divulgou um vídeo com cenas de Jamie e Claire chegando à River Run e enfrentando os novos desafios que a América trouxe até eles. O site da revista também divulgou novas imagens dos primeiros episódios da série.

Claire e Jamie estão juntos, finalmente, e construindo uma nova vida para eles não nas Terras Altas, mas na América Colonial. Outlander ainda não esqueceu a Escócia de vez, mas certamente está trocando os kilts xadrez pelas calças de veludo essa temporada. Na nova série de fotos abaixo e em um vídeo exclusivo de bastidores, damos uma espiadinha em como a vida será para Claire e Jamie, enquanto eles constroem um lar juntos, na Carolina do Norte. A quarta temporada estreia em 4 de novembro nos Estados Unidos (Starz) e no Brasil (Fox Premium).

Inicio » Séries de TV e Webséries | TV Shows & Webseries » 2014- | Outlander » Quarta Temporada | Season 4 » Quarta Temporada [Fotos Promocionais]

Inicio » Séries de TV e Webséries | TV Shows & Webseries » 2014- | Outlander » Quarta Temporada | Season 4 » Quarta Temporada [Bastidores]

Confira alguns trechos da matéria publicada pela Entertainment Weekly em sua edição de 12 de outubro e algumas falas de Caitrona Balfe sobre a nova temporada de Outlander que foram publicadas no site da revista.

Após uma tempestade tirar o navio deles da costa do Caribe e mandá-los para uma praia na Georgia, no final da terceira temporada, o Highlander escocês Jamie (Sam Heughan) e a esposa dele cirurgiã viajante no tempo, Claire (Caitriona Balfe), tiram a areia da roupa e, ao lado de Ian e seus colegas, chegam até Wilmington, Carolina do Norte. “Há a oportunidade para um novo começo, um começo do zero,” explica Balfe. “Claro que há dificuldades e sofrimento. Mas, acima de tudo, eu diria que há muito mais esperança nessa temporada.

Os Frasers e seus agregados mal chegaram à Wilmington e encontram o seu primeiro obstáculo, um conhecido que acaba atacando Jamie, enquanto roubava uma lembrança querida de Claire. Agora, sem dinheiro, Jamie, Claire e Ian (John Bell) viajam de jangada para a casa da tia Jocasta Cameron (Maria Doyle Kennedy), uma rica viúva sulista com um mordomo chamado Ulysses (Colin McFarlane) e uma colonia cheia de escravos para cuidar de suas plantações. “Claire está desconfiada dela,” explica Caitriona. “Elas nunca superam essa desavença por causa dos escravos.” Isso leva o casal e Ian para o meio do mato, onde eles encontram um fantasma, um alemão racista e um urso muito peculiar. Também há uma população de Mohawks e Cherokees, uma sub-história de Tambores do Outono.

Descendo o rio, até a Tia Jocasta

Fizemos muito da coisa do barco,” explica Caitriona Balfe. “Claro, não estávamos gravando na América. Com toda a água que temos na Escócia, na verdade não há muitos rios largos como você teria na América. Qualquer coisa que tinha a ver com a jornada à River Run ou lugares como esse, muito disso foi CGI.

Esta terra é a sua terra

Quando eles conhecem os vizinhos dela, Claire e Jamie se dão muito bem com eles,” Caitriona Balfe diz.

Espíritos conhecidos

Tantoo Cardinal (Dança com Lobos) interpreta Adawehi, uma mulher nativa-americana que Claire conhece próximo ao Fraser’s Ridge. “Elas acabam tento essa ligação muito especial que é bastante bonita,” Caitirona Balfe diz.

Se encapotando

Fez muito, muito frio neste inverno,” diz Balfe. “Os trajes eram diferentes. Obviamente, quando estávamos na Escócia, usávamos essas lãs muito pesadas. Os trajes eram muito mais propícios ao clima. Nesta temporada, havia muito mais linho e tecidos mais leves que estariam muito mais disponíveis na América. Então tivemos que colocar muito mais camadas de roupas do que tínhamos que por antes.

Alguns gostam Escocês

Claire finalmente retornou para ele,” Sam Heughan conta sobre a sua esposa da TV, interpretada por Caitriona Balfe. “Essa temporada é definitivamente o começo de um novo mundo e uma nova esperança para eles.

Muito escocês para aguentar

Jamie e Claire aproveitam das coisas boas que acompanham a estadia deles na colônia da tia Jocasta. Mas o modo como ela administra a propriedade dela é um grande NÃO. “É um lugar muito bonito e tem essa grande riqueza e oportunidade,” diz Heughan. “Mas o Jamie certamente não concorda com o tipo de política ou o comércio de escravos.

Escocês e incomodado

Claro que existem momentos de problemas, de dificuldades e sofrimento, mas, acima de tudo, eu diria que há muito mais esperança nessa temporada.

O Buzzfeed conversou com o elenco de Outlander na New York Comic Con, antes do painel de sábado que apresentou o primeiro episódio da nova temporada da série. Confira o que Caitriona Balfe, Sam Heughan, Sophie Skelton e Richard Rankin revelaram sobre a quarta temporada.

Primeiro, a quarta temporada trata muito sobre reconstruir esse mundo que conhecemos por três temporadas. Como foi isso?
Caitriona Balfe: Jamie fez tudo sozinho.
Sam Heughan: [risos] É, ele é muito bom nisso, sabe, martelar.
Sophie Skelton: Na verdade, nem estamos nessa temporada. [risos] É só o Jamie.
Sam: É divertido estar em um novo mundo e mostrar a América em sua infância e todas as diferentes culturas que a compõem. É legal gravar bastante na floresta.

Vocês ainda gravaram na Escócia, mas a transformaram na América Colonial. Como foi isso?
Caitriona: Você se sente como se estivesse no fundo de um dos estúdios principais, pois construímos essa cidade inteira em uma pequena área [externa]. Para mim, é aquela coisa de se sentir como uma criança quando você entra em um set e você percebe que é tudo fachada. E é tão legal.
Sophie: Você passa por uma porta e fica maravilhado.
Caitriona: Isso! Você passa por uma porta e você fica, “Minha nossa, é um campo.” Gary [Steele] fez um trabalho tão incrível. Nossa equipe de produção, toda a equipe, eles fazem um trabalho maravilhoso. Tipo, River Run também. É tudo tão impressionante. Acho que coisas assim mudam a sensação e a atmosfera da série.
Sophie: Também é ótimo para o nosso trabalho, porque isso ajuda a se colocar totalmente no local, tanto quanto os trajes ou qualquer coisa assim ajuda. Os cenários são incríveis. Os detalhes neles também.

Vocês viajam para cima e para baixo na Costa Leste, não só na década de 1760, mas também no final dos anos 1960.
Richard Rankin:
Sim, a história se move por tantos lugares. É uma prova do quão talentosa a equipe [do departamento de arte] é. Eles têm que construir coisas de última hora e podem ser cenários e locais tão diversos. Eles trazem tudo à vida com tantos detalhes. É muito fácil imergir nela.

Sam e Caitriona, esta é a primeira vez que realmente vemos o Jamie e a Claire tentar se estabelecerem. Como isso muda a dinâmica de vocês essa temporada?
Caitriona:
Acho que esse é um lado muito diferente da Claire. Tipo, em outras temporadas focamos tanto nela ser tão motivada pela carreira dela. Acho que essa é uma versão mais calma dela, em muitos aspectos, e mais satisfeita. O fato de que ela e Jamie estão finalmente juntos e construindo um lar, essa é a primeira oportunidade que ela teve de realmente focar na vida familiar e no relacionamento deles. Isso foi bem diferente para mim.  É um novo desafio interessante poder explorar isso.
Sam: E Jamie, ele está contente, acho que essa é uma ótima palavra para dizer. Ele sempre quis ter um lar, uma família e uma família de agregados. Ele consegue isso nesta temporada. Ele tem a oportunidade de se estabelecer. Ele se apaixona pelo país e pela terra. Ele está cercado por aspectos de ter uma família. Ele tem o jovem Ian e a Claire e, claro, a Brianna, de certo modo. Então, por um curto período, é bastante pacífico.

Sophie e Richard, este é o meu livro preferido da série e muito disso tem a ver com o crescimento [do relacionamento] da Brianna e do Roger. Como é isso, não só explorar seu relacionamento juntos, mas também os seus personagens separadamente?
Sophie: Acho que essa foi a coisa legal dessa temporada, pois, como você disse, esse é o meu livro preferido. Acho que para a Bree e para o Roger, tudo até agora tem preparado a história para esta temporada. Acho que há uma dinâmica muito legal em termos deles terem esse tipo de relacionamento que vai e volta. Novamente, todas as vezes que eles se reúnem, eles são separados. Ambos estão lidando com os seus próprios problemas individuais. Ambos estão se recuperando da morte de seus pais, e Brianna lida com, basicamente, deixar a mãe dela partir. Eles também têm esse relacionamento a distância e tudo o que vem com isso. Então, enquanto Jamie e Claire tem um novo começo, esses dois estão nas águas lamacentas do que acabou de acontecer.
Richard: Também tivemos uma introdução muito moderada à série, o que foi uma coisa boa, pois você tem muito tempo para pensar. Estivemos apenas no final da segunda temporada e em alguns episódios da terceira, mas saber da série e do mundo em que ela se passa ajudou muito para a quarta temporada. Sabemos exatamente onde os personagens estão e onde estamos com a história. Então, acho que foi uma grande vantagem. Foi bom explorar, como você disse, juntos e separados e o que eles estão lidando, pois estão lidando com muito na vida individual deles, sem se importar de tentar lidar um com o outro. Eles estão lidando não só com um relacionamento à distância, mas com tudo o que vem com os Frasers.
Sophie: Também acho que, e para nós também, vocês viram só as semelhanças deles, enquanto que nessa temporada, verão que eles têm pontos de vista completamente diferentes em assuntos muito importantes.

Como foi explorar mais da década de 1960 nessa temporada e a vida da Brianna por conta própria?
Sophie:
 Acho que não vimos muito dos anos 1960. O que eu gosto no início dessa temporada é que você vê um assunto muito importante dos anos 1960 em termos da revolução sexual e o fato das pessoas estavam começando a se afastar das crenças religiosas, como o sexo antes do casamento e tudo isso. Acho que isso é uma coisa muito boa para mostrar nesta temporada em termos dos anos 1960. Nós vimos apenas o lado mais leve [dessa era] até agora.

Um dos personagens que chega nesta temporada é a tia de Jamie, Jocasta. Como isso afetará o relacionamento da Claire e do Jamie?
Caitriona: 
Acho que esse episódio foi um tanto difícil em alguns aspectos para muitos nós, porque foi um pouco diferente do que estava no livro. Jocasta, interpretada incrivelmente pela Maria [Doyle Kennedy], ela é simplesmente incrível. Para a Claire, ela vê o Jamie tão feliz se conectando com parte da família dela, mas para ela, há esse muro que nunca vai sumir entre ela e a Jocasta, pois elas têm opiniões tão opostas [sobre certas coisas]. Claire nunca entenderá o ponto de vista da Jocasta e a Jocasta nunca entenderá o ponto de vista dela. Acho que há um respeito mutuo ali e uma admiração mutua, em alguns aspectos, [mas] é apenas uma barreira intransponível.
Sam: E para o Jamie, como você [Caitriona] disse, é o último parente vivo dele, de certo modo. Ela se parece e soa como a mãe dele e, para ele, é uma coisa muito emotiva. Inicialmente, é muita felicidade para ele. Mas são sentimentos diversos para ele, por causa da vida dele com a Claire.

Também há o Stephen Bonnet. Os fãs dos livros sabem como ele se torna importante mais tarde. Como é preparar o terreno para o papel dele avançar?
Sam:
 É, Jamie e Stephen têm um relacionamento interessante e há tanta repercussão mais tarde. Ele é um vilão e tanto.

Sophie, mesmo a Brianna não tendo viajado no tempo com a Claire na terceira temporada, ela ainda sente uma ligação e uma curiosidade quanto ao Jamie e ao passado?
Sophie:
 Claro que a ideia de conhecer o pai biológico dela seria algo maravilhoso para ela, mas ao mesmo tempo, o Frank era o pai dela e isso é algo que vocês verão essa temporada. Isso é algo que ela realmente se sente dividida, ela sente que está traindo o Frank se ela se aproximar desse outro lado dela. Ela começou um novo mundo para ela nos anos 1960. Ela largou o curso de história e foi para a engenharia. Ela tem novos amigos e tem o Roger, a vida toda dela está nos anos 1960. Por pior que pareça, não há nada para ela no passado. Ela tem o conhecimento que a mãe dela está feliz no passado e essa é uma bela imagem para a Bree.

Vocês têm um momento preferido para os seus personagens que vocês podem falar um pouco?
Richard: Cantar foi uma experiência interessante, porque eu tive que tocar algumas músicas, uma das quais foi um pouco difícil de tocar. Era, originalmente, uma melodia de violino que foi reorganizada para o violão. Acho que deixei todo mundo louco ensaiando aquela música sem parar. Com certeza foi uma experiência interessante.
Sophie: Atirar com um rifle.
Caitriona: Tipo, existem cenas entre nós [Caitriona e Sam], mas isso não é novidade. Há definitivamente cenas que foram ótimas de gravar que são específicas dessa temporada.
Sam: Acho que o conhecimento sobre a Brianna [existir] é um verdadeiro catalisador. Acho que, de certa forma, essa temporada é quando a verdadeira história começa.
Caitriona: Acho que eles estão nesse mundo muito contente, mas há outra coisa acontecendo [Brianna vivendo a vida dela]. Os riscos são altos [essa temporada] e acho que essas são coisas ótimas, como atores, de poder mostrar. Há muitos elementos novos, coisas que não tínhamos feito antes, o que foi bom.

No último sábado (06), Caitriona Balfe e o elenco de Outlander estiveram na New York Comic Con para divulgar a nova temporada da série.

Ao lado de Sam Heughan, Sophie Skelton e Richard Rankin, a atriz foi entrevistada pelo Syfy Wire e pelo IMDB, bem como por outros veículos da imprensa, antes de iniciar as suas atividades da convenção.

Antes do painel principal, o elenco recebeu os fãs em uma sessão de autógrafos em um local ambientado como a casa dos Frasers da quarta temporada da série.

10.06 | Sessão de autógrafos de ‘Outlander’ na New York Comic Con [Dia 02]

O painel da série durou cerca de 45 minutos. Antes do início, a escritora da série de livros nos quais a série de baseia, Diana Gabaldon, anunciou a surpresa da noite: os fãs assistiriam o primeiro episódio da quarta temporada. E, pelo o que foi visto, o amor de Claire e Jamie ainda está forte e profundo.

Durante o painel, Ronald D. Moore informou que o tom e o tema dessa temporada será Claire e Jamie finalmente formando um lar. Essa temporada contará ainda a história de imigrantes chegando ao Novo Mundo, no século 18, e mostrará a fundação da América.

Maril Davis disse que a quarta temporada continuou a ser gravada na Escócia, apesar de eles tentarem levar a produção para a Carolina do Norte, local dos acontecimentos retratados. No entanto, foi decidido a permanência da produção na na Escócia, pois eles amam o país e a equipe que eles têm lá. A produção também pensou em ir para à Eslováquia, mas não foi preciso ir até lá.

Diana Gabaldon explicou que o que levou ela a escrever a história do quarto livro foi que após a batalha de Culloden e da “extinção” da Escócia, muitos escoceses foram para o Novo Mundo. Na época da Revolução Americana, um colono a cada três era da Escócia.

Caitirona Balfe teve pouca participação no painel, mas foi perceptível o senso de humor da atriz em momentos chaves. Uma colunista online comparou o relacionamento de Brianna e Roger com o sapato preferido dela: fofo, confortável e atemporal. Caitriona Balfe não pensou duas vezes antes de dizer, “Awh, vocês são como um par de botas velhas.

Lola Ogunnaike, a moderadora do painel se derreteu com a fala do Jamie, “Mesmo quando o meu corpo morrer, minha alma ainda será sua.” e perguntou por que o marido dela não diz essas coisas. “Porque a Diana Gabaldon não está escrevendo as falas dele,” Caitriona Balfe respondeu.

Sobre a evolução da linda história de amor de Claire e Jamie, a atriz disse, “Acho que depois da separação de 20 anos, além da Claire fazer o sacrifício final ao deixar a filha para retornar para ele [Jamie], e depois deles terem superado aquele período inicial de se conhecerem novamente… Essa temporada tem a satisfação de eles estarem juntos. Você finalmente vê eles desfrutando de construir uma vida juntos, de construir um lar juntos. É um lugar muito mais estabelecido e satisfatório que já pudemos explorar. Claro, é Outlander, então sempre vai haver forças externas e muitas outras coisas, mas não acho que haverá ganchos de novo sobre se eles ficarão juntos ou não. Isso é certeza. Eles estão firmes.

Durante a sessão de perguntas de fãs, o elenco foi questionado sobre o seu traje preferido, Caitriona Balfe respondeu, “É tão difícil decidir. Na verdade, eu gosto muito, muito o look selvagem da Claire que usamos essa temporada. Há um casaco de veludo legal, uma saia e um cinto de couro. Parecia muito forte e feroz.

Ao ser perguntada o que ela colocaria no bolso do seu vestido antes de viajar no tempo e deixar os seus entes queridos para sempre, a atriz respondeu, “Dinheiro.”

Inicio » Eventos e Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2018 » 10.06 | Photocall do painel de ‘Outlander’ na New York Comic Con [Dia 02]

Inicio » Eventos e Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2018 » 10.06 | Painel de ‘Outlander’ na New York Comic Con [Dia 02]

Ao final do painel, as contas oficiais da série divulgaram o novo crédito de abertura da quarta temporada.

O elenco e produtores de Outlander estiveram de volta ao PaleyFest na noite de ontem (5), mas desta vez em Nova York. Em um painel de quase 1 hora, o elenco da série brincou, falou da quarta temporada da série e respondeu a perguntas de fãs. Confira os melhores momentos.

O painel começou com o trailer da quarta temporada da série, seguido da apresentação dos produtores e elenco da série: Maril Davis, Ronald D. Moore, Richard Rankin, Sophie Skelton, Sam Heughan e Caitriona Balfe (“A mulher que dispensa apresentações,” de acordo com a Julie Kosin, a moderadora da noite.)

Jogo de Superlativos

Como de costume, um jogo envolvendo uísque fez parte do painel. “Vocês comeram?! Querem uma bebida?” Julie perguntou. No jogo, a pessoa mais provável de fazer o que ela dizia deveria dar um gole da bebida.

Quem arruinaria uma cena dando risada? Sophie Skelton disse que seria o Richard. Maril Davis perguntou se pode haver mais de uma pessoa para as respostas, pois a Caitriona também arruinaria uma cena dando risada. Ambos os atores beberam.

Quem faria o seu parceiro rir durante uma cena? Sophie Skelton disse que seria o Richard novamente, pois ele fica cutucando ela.

Quem reclamaria do frio? Caitriona Balfe disse que seria o Richard também. O ator fica indignado, mas bebe.

Quem colocaria uma dose de bebida alcoólica no café? Todos disseram que seria o Richard, “Isso não é verdade! Seria o Sam.” Maril Davis, “Me sinto um pouco mal pelo Richard, sinto que algumas pessoas não estão falando a verdade.

Quem pegaria no sono no set ou no escritório dele? Richard foi mais rápido que o restante do elenco e disse que seria o Sam. Caitriona também disse que seria ele.

Quem é o pior em guardar segredos ou em revelar spoilers? Ron. “Sem objeção,” ele respondeu.

Quem chega na mesa de comidas primeiro? Sam disse que é a Caitriona. Richard disse que é a Sophia e que ela nem se quer sai da mesa. “Na verdade, esses dois (Sam e Cait) roubam a nossa comida,” Sophie disse. O Sam respondeu que, “Uau! Ouça, espere aí. Era nossa comida primeiro.

Quem se machucaria enquanto faz uma cena de ação? O Sam respondeu que ele é o mais provável de machucar o colega de elenco durante uma cena de ação e bebeu. “Certo, o que você fez?” a Julie perguntou. “O que eu não fiz,” Sam respondeu. A moderadora perguntou se a Cait está bem e a atriz respondeu que agora ela está. Sam e Caitriona Balfe listaram: Cait foi jogada do outro lado da sala, levou um soco do Sam, foi empurrada num tronco de madeira na água. “Acho que eu te bati com a minha espada uma vez,Sam disse. “Me bateu. Várias vezes,” Caitriona respondeu. Nesse momento, Sam fez sinal de aspas com as mãos e cara de safado, “Obrigado, PaleyFest.” Caitriona respondeu com “Continue sonhando, querido.

Quem tiraria uma foto embaraçosa do seu colega de elenco e usá-la para chantagem? Caitriona apontou para o Sam. Sophie apontou para o Richard. “Acho que todos somos culpados aqui,” Sam respondeu.

Após o jogo, houve a exibição de uma cena de Jamie e Claire, do episódio de estreia da quarta temporada. É provável que a cena seja divulgada para o público em geral após a NYCC.

Inicio » Eventos e Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2018 » 10.05 | Painel de ‘Outlander’ no PaleyFest, em Nova York

Veja o que Caitriona Balfe disse sobre…

Se houve mudança dos atores no set, pois eles ainda estavam na Escócia, mas nesta temporada eles estarão na América: Não. Eu acho que as pessoas não mudam, só porque elas mudaram de lugar. Acho que o que o Ron disse é muito verdade, estamos contando uma história de imigrantes chegando a um país novo. Geralmente, as pessoas quando chegam a um local, elas retêm muito de onde eles vieram, é um jeito de preencher a lacuna de quem você era e desse novo local onde você está. Então, acho que certas coisas foram diferentes, como os figurinos, os materiais que usamos, isso mudou um pouco. Mas Jamie e Claire ainda são as pessoas que eles são.

Jamie e Claire finalmente estarem em paz e construírem um lar, como isso muda para eles: Acho que é uma dinâmica muito diferente nessa temporada. Vemos a domesticidade, vemos eles no lar deles. Há uma força na união deles agora. Eles já passaram pelo pior que eles poderiam passar… Acho… Até agora. Mas, sabe, a separação, Claire retornando… Ela pagou um preço tão alto para retornar, ela deixou a filha dela (para trás). E depois disso, acho que você não consegue ter um gancho novamente, eles têm que ser firmes a essa altura. Há, obviamente, muitas coisas extraordinárias que acontecerão, mas acho que a união deles é muito forte e há uma natureza mais relaxada. Nunca exploramos isso antes.

Se Claire e Jamie pensam sobre o que virá (a Revolução Americana):Para mim, acho que inicialmente, quando eles estão tentando decidir qual será o próximo passo, isso com certeza pesa na mente da Claire. É tipo, ‘Eu sei que isso está no futuro.’ Mas acho que, como todo mundo, a imagem maior pode ser muito grande para qualquer um lidar. E acho que, para ela, ter essa unidade familiar e construir um lar é algo que ela nunca teve a chance de experimentar da maneira amorosa e positiva que ela tem com o Jamie. Então, acho que esse é o foco principal dela. Acho que eles sabem que o que quer que aconteça, eles lidarão com isso na hora que acontecer. Então, acho que ela não está pensando muito nisso.

Essa ser uma temporada mais física: A moderadora diz que a Caitriona usou uma arma essa temporada e a atriz respondeu, “Eu já usei uma arma antes. Claire… as pessoas se esquecem das coisas. Quando estávamos falando dessa cenas as pessoas ficavam, ‘Precisamos te mostrar como atirar. Você vai ficar bem atirando?’ e eu ficava, ‘Claire e Jenny subiram no cavalo com armas… Sabe?!’ Mas essa foi só uma arma maior. Foi meio divertido. Foi divertido. Se é mais física? Não sei se é. Essa série sempre foi bastante física. Definitivamente, gravamos mais do lado de fora essa temporada, acho.

O relacionamento de Claire e Jocasta:Acho que para a Claire é um pouco complicado. Inicialmente, quando ela vê o quão emocionado Jamie fica ao ver Jocasta e o que isso significa para ele, claro, ela entra querendo ter um bom relacionamento com ela, querendo o melhor. Mas acho que o fato da Jocasta ter uma colonia é muito difícil para a Claire. Acho que ver a escravidão em primeira mão, ver isso próximo… É muito difícil para a Claire deixar isso para trás. E acho que isso cria esse muro entre ela e Jocasta que pode ser superado, porque elas são de dois períodos diferentes e nunca entenderão a perspectiva uma da outra. E isso é um pouco difícil, pois em muitos aspectos, Jocasta seria a solução para muitos problemas, mas acho que a Claire não consegue superar isso nem um pouco.

Os maiores desafios dessa temporada:Acho que para mim, eu pude explorar um lado diferente da Claire que eu acho que não tive a oportunidade de explorar antes, dado que eles estão formando um lar, que é uma parte mais quieta da vida deles, é um lado muito mais carinhoso dela. Não é… Mostramos uma Claire que era mais guiada pela carreira dela… De novo, acho que a Claire tem estado mais no ataque, antes, e essa foi uma oportunidade de explorar esse outro lado dela. O que eu acho que foi muito interessante e me deu novos desafios. E isso é ótimo, após já ter feito três temporadas, entrar em uma nova temporada e ficar ‘Oh, esse é um lado dela que eu provavelmente não teria pensado muito antes.’ Foi legal poder ter mostrado isso.

Algum adereço ou artefato que ajudou eles em cena: A arma. Eu fiz uma cena com uma arma e foi incrível!

Trabalhar com o Rollo: Comer esterco, é verdade, é um dos lanchinhos preferidos dele. Tínhamos uma cena em que ele deveria latir para a porta, o treinador estava do outro lado da porta com o brinquedinho dele de apertar. Tudo o que você ouvia era ‘Dowey, Dowey, queeck, queeck.’ Era para ele estar muito assustado na cena e era isso o que estava acontecendo.

Inicio » Eventos e Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2018 » 10.05 | Elenco de ‘Outlander’ no tapete vermelho do PaleyFest, em Nova York


Após o painel de Outlander, Caitriona Balfe compareceu ao jantar que a Starz ofereceu na New York Comic Con para os atores da rede de TV.

Inicio » Eventos e Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2018 » 10.05 | Jantar dos talentos da Starz na NYCC 2018, no Black Barn