Ford v Ferrari foi um dos filmes exibidos no Festival de Cinema de Telluride que aconteceu no final de agosto (30), no Colorado, Estados Unidos.

O longa foi exibido na abertura do festival e não decepcionou: o público do auditório Werner Herzog (que estava lotado) ficou muito animado e ansioso após as intensas cenas de corridas. Alguns até derramaram algumas lágrimas. E, a julgar pela reação do público, o filme é um grande candidato ao Oscar.

A crítica parece ter gostado bastante do que viu. Algumas chegaram até a dizer que este é o filme que muitos adultos precisavam há algum tempo, em meio a tantos filmes repletos de capas e animais de computação gráfica. O diretor William Mangold concorda, “Somos um filme moderno em todos os sentidos da narrativa moderna, da tecnologia moderna e da sensibilidade moderna. Mas estamos tentando fazer algo que eu realmente sinto falta de assistir nos filmes, que é um filme para adultos que é divertido, instigante e comovente, e não está te vendendo mais do mesmo.

A participação de Caitriona Balfe no filme, como era de se esperar, não é muito grande e, mesmo notável, não deve ser suficiente para lhe render alguma indicação na temporada de premiação. No entanto, as apostas para o filme são grandes: fala-se de indicações de Melhor Ator até Melhor Edição de Cinema.

Confira a seguir algumas das críticas do filme que mencionam o trabalho de Caitriona Balfe como Mollie Miles.

(…) No início, Miles, um emigrante britânico, trabalha como um humilde mecânico em Los Angeles, onde mora com sua animada esposa Mollie (uma Caitriona Balfe brilhantemente simpática) e o jovem filho Peter (Noah Jupe). Não é difícil deduzir que Miles não tenha chegado mais longe na vida porque ele é um cabeça-dura temperamental, facilmente irritado e propenso a coisas duras; ele e Shelby entram em uma briga pra valer, em um ponto do filme.

(…)

A dinâmica animada do filme se deve muito à natureza brusca de quase todos os relacionamentos e interações no filme. Miles é energético e imprevisível com todos, exceto com sua esposa e filho; Shelby sempre parece estar cuidando de mais assuntos do que possível a qualquer momento; os exigentes Ford e Iacocca mantêm todos desequilibrados e em seus lugares; e os prazos iminentes e o perigo inerente à própria profissão dão um constante senso de desconforto sobre a mortalidade profissional e pessoal.

Todd McCarthy – The Hollywood Reporter

William Goldman certa vez descreveu ótimas histórias como as que você consegue quando o que você espera que aconteça acontece, mas não como você esperava. Ford v Ferrari não está longe da fórmula deste tipo de história – você sabe quais pontos ela precisa tocar e ela toca. Mas isso nem importa, pois é uma delícia assistir não só as sequências espetaculares das corridas, mas também as cenas mais íntimas com Miles, sua esposa e filho. Mangold não está aqui para exibir ou reinventar a roda, ele está aqui apenas para contar uma boa história.

Com uma bela cinematografia feita por Phedon Papamichael, uma trilha sonora de Marco Beltrami e uma equipe de design de som incrível, somos levados ao mundo dos carros de corrida muito velozes e às mentes de pessoas loucas o suficiente para ficar ao volante. Grande parte da alegria deste filme é simplesmente assistir o filho de Miles (um excelente Noah Jupe) ver seu pai correr. Sua esposa, interpretada por Caitriona Balfe, não tem muito o que fazer, mas provavelmente é a única esposa em um filme como esse que não está desencorajando o marido de fazer a única coisa que ele mais gosta de fazer.

O conjunto de elenco é de primeira qualidade, mas o filme provavelmente pertence a Christian Bale.

(…) Este é o tipo de filme que o público realmente quer ver, mas raramente tem a chance hoje em dia. Uma grande história, grandes cenas, grandes estrelas – e isso tudo deve ser visto em uma grande tela, pois filmes de grandes diretores exigem ser vistos desse jeito, especialmente quando você vê o que pagou para ver: carros rápidos de tirar o folego passando pelas pistas de corridas.

Sasha Stone – The Wrap

Eu prevejo que ele não só se tornará um enorme sucesso de bilheteria de boca a boca para a Fox e a Disney, como também deve entrar com facilidade em várias categorias do Oscar, incluindo Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Roteiro (para Jez Butterworth, John-Henry Butterworth e Jason Keller), Melhor Edição de Cinema, Melhor Cinematografia, ambas as categorias de Som e algumas de atuação.

(…) Catriona Balfe também está muito boa como esposa de Bale, e suas cenas junto com seu filho (Noah Jupe) têm uma verdadeira comoção nelas.

Um projeto que está em andamento há quase uma década, Mangold e seus roteiristas o decifraram e o fizeram dar certo em todos os níveis, desde as sensacionais e emocionantes sequências de corrida até o fator humano que nunca é perdido de vista.

Pete Hammond – Deadline

O conjunto do elenco se destaca. (…) Como esposa de Ken, Mollie, Caitriona Balfe aproveita ao máximo seu tempo limitado de tela, mas ainda consegue permanecer extremamente memorável.

(…)

Ford v Ferrari é uma máquina habilmente trabalhada. Emocionante em sua construção, com suspense em sua execução e cativante em suas atuações. É um grande concorrente do SAG Ensemble se ele se sustentar e ganhar tanto dinheiro quanto se poderia suspeitar. É um início esplêndido para o início da temporada de premiação.

Clayton Davis – Awards Circuit

O seu colega Miles é um piloto de corrida britânico morando em Los Angeles com sua esposa Mollie (Caitriona Balfe, ultrapassa o seu material) e filho Peter (Noah Jupe, demais) ao seu lado.

Gregory Ellwood – The Playlist

Ford v Ferrari fará sua estreia mundial no Festival de Cinema Internacional de Toronto em 9 de setembro, segunda-feira, a partir das 18:30. Em 10 de setembro, haverá uma coletiva de imprensa transmitida ao vivo no site oficial do festival.

O longa também será exibido no Zurich Film Festival, que acontece de 26/09 a 06/10 em Zurique, Alemanha. Em 10 de outubro, ele estreará no BFI London Film Festival (com o título Le Mans ‘66) no Odeon Luxe, na Leicester Square, em Londres.

No Brasil, o filme está previsto para estrear em 14 de novembro.

Na tarde de ontem, o perfil oficial de O Cristal Encantado: A Era da Resistência divulgou o seu mais novo trailer oficial. A Netflix Brasil compartilhou a versão legendada em português dele.

O trailer foca na ação da série e na batalha entre o bem e o mal: os Gelflings, a resistência, estão inquietos e se unindo para salvar Thra dos Skeksis, os seres que tomaram o poder.

A série de 10 episódios conta os acontecimentos que precederam o filme de Jim Heson de 1982, O Cristal Encantado, que já está disponível na Netflix (este sem participação de Caitriona Balfe). A série da Netflix conta uma nova história que se passa muitos anos antes dos eventos do longa. O ponto de partida é a cultura Gefling e o mundo Thra, que está morrendo. O Cristal da Verdade, uma fonte de poder incalculável, está no centro de Thra, mas está danificado, corrompido pela maldade dos Skeksis e esse mal se espalha pela terra. Quando três Gelflings, Deet, Rian e Brea, descobrem a horrível verdade por trás dos poderes dos Skeksis, eles começam uma jornada épica para iniciar uma rebelião e salvar o mundo deles.

No vídeo abaixo, é possível ver a personagem de Caitriona Balfe, Tavra, entre os minutos 1:49 e 1:50, abraçando a sua irmã Brea.

Clique aqui para saber mais sobre a personagem de Caitriona Balfe na série.

Um vídeo de bastidores e com informações importantes sobre o universo da série também foi publicado pela Netflix UK & Ireland. O vídeo completo pode ser visto aqui, mas a seguir está o trecho dele que mostra a primeira cena divulgada que conta com a dublagem de Caitriona Balfe.

O Cristal Encantado: A Era da Resistência estreia no mundo todo em 30 de agosto de 2019 com 10 episódios. Na Netflix Brasil ele deve aparecer no catálogo a partir das 04:00 do dia 31, já que as estreias são feitas no Fuso Horário do Pacífico. 

Há mais de 5 anos, em 9 de agosto de 2014, a primeira temporada de Outlander estreava no canal estadunidense StarzCaitriona BalfeSam Heughan, embora já queridos pelos fãs, ainda não recebiam o reconhecimento que recebem hoje da mídia especializada.

Para marcar o aniversário de 5 anos da exibição do primeiro episódio da série, os atores Caitirona Balfe Sam Heughan apareceram em um vídeo, direto dos bastidores da quinta temporada, para contar do que se recordam da estreia. As lembranças vão de ótimos números para um episódio de estreia ao nervosismo e desconhecimento do que estava por vir.

Caitriona Balfe também veio ao Twitter para agradecer o apoio e acolhimento dos fãs e dizer que a série ainda estará no ar por um tempo. “Não acredito que já fazem 5 anos. Quase 6, desde que começamos a trabalhar nisso. Isso realmente mudou a minha vida e ser acolhida neste fandom e conhecer todos vocês, pessoas incríveis, foi o maior presente. E a gente ainda não acabou!!! 😘😘😘”

Já Sam Heughan aproveitou o momento para descontrair e pegar no pé da colega de elenco, como de costume, “5 anos atrás Outlander estreou! 5 anos com essa lindeza elegante e de cabelos escuros!!!!! 😍 Ah, e com a Caitriona Balfe também. 😆 Obrigado aos nossos fãs incríveis e leais. Que venham mais temporadas! X

No momento, a série está gravando a quinta temporada que deve estrear no início de 2020.

Em 6 de agosto, a organização Model Alliance, fundada pela amiga de Caitriona Balfe (e também ex-modelo) Sara Ziff, publicou uma carta aberta para que a Victoria’s Secret aja na proteção de suas modelos. A carta foi destinada ao diretor executivo da marca, John Mehas, e foi coassinada por mais de 100 modelos, incluindo Caitriona Balfe.

A publicação pede que a marca se una ao programa RESPECT, um acordo legal e sem fins lucrativos criado por modelos em 2018 com o objetivo de acabar com os abusos na indústria da moda. A carta foi publicada após o bilionário investidor da marca Jeffrey Eptein ser preso por acusações de tráfico sexual envolvendo garotas menores de idade. Ele também estava ligado a Leslie Wexner (bilionário empresário, fundador e CEO da marca L Brands) e as múltiplas alegações contra os fotógrafos Timur Emek, David Bellemere e Greg Kadel, todos empregados da marca e acusados de comportamento sexualmente inapropriado em relação às modelos.

John Mehas, CEO
Victoria’s Secret LLC
Three Limited Parkway
Columbus, Ohio 43230

Caro Sr. Mehas,

Estamos escrevendo hoje para expressar a nossa preocupação com a segurança e bem-estar das modelos e jovens mulheres que aspiram ser modelos da Victoria’s Secret. Nas últimas semanas, ouvimos inúmeras denúncias de abuso sexual, estupro e tráfico sexual de modelos e aspirantes a modelos. Embora essas alegações possam não ter sido dirigidas diretamente à Victoria’s Secret, é claro que a sua empresa tem um papel crucial a desempenhar na correção da situação. Das manchetes sobre Jeffrey Epstein, o amigo íntimo e sócio do CEO da L Brands, Leslie Wexner, às alegações de má conduta sexual dos fotógrafos Timur Emek, David Bellemere e Greg Kadel, é profundamente perturbador que esses homens pareçam ter se aproveitado do relacionamento de trabalho deles com a Victoria’s Secret para atrair e abusar de garotas vulneráveis.

Essas histórias são angustiantes e familiares para muitas de nós que enfrentamos esses tipos de abusos que são frequentemente tolerados em nossa indústria. Nos posicionamos ao lado das mulheres corajosas que se apresentaram e compartilharam as suas histórias, apesar do medo de retaliação ou dano a suas carreiras. É de partir os nossos corações continuar a ouvir essas histórias. Podemos e devemos fazer melhor. É hora de RESPEITAR.

O Programa RESPEITAR – um programa da Model Alliance – é o único programa anti assédio sexual existente criado por e para modelos. As empresas signatárias se comprometem a obrigatoriamente exigir que os seus funcionários, agentes, fornecedores, fotógrafos e outros contratados sigam um código de conduta que proteja a segurança de todos no trabalho e reduz a vulnerabilidade das modelos a maus tratos. As modelos têm o acesso a um mecanismo de reclamação independente e confidencial com resolução rápida e justa das queixas e consequências apropriadas para os profissionais abusivos. Além disso, o RESPEITAR  inclui um grande programa de treinamento voltado a prevenção, assegurando que todos entendam os seus direitos e responsabilidades.

Estamos pedindo que a Victoria’s Secret tome medidas significativas para proteger os talentos dela e aqueles que desejam trabalhar com a empresa. A Victoria’s Secret tem a oportunidade de liderar, de usar o poder dela e a influência para trazer as mudanças que são urgentemente necessárias em nossa indústria. Todos os dias, marcas da moda, editoras e agências ditam as normas do que é aceitável e do que não é na moda. Se a Victoria’s Secret se posicionasse contra esses abusos e se comprometesse com mudanças significativas ao se juntar ao Programa RESPEITAR, isso ajudaria muito a nossa indústria a traçar um novo caminho adiante.

Victoria’s Secret, a mudança pode começar com vocês. Juntos, podemos liderar a indústria a RESPEITAR. Juntem-se a nós.

Sinceramente,

Model Alliance

Em resposta, a Victoria’s Secret emitiu um comunicado através da revista People se posicionando sobre o assunto. “Estamos sempre preocupados com o bem estar de nossas modelos e queremos continuar a dialogar com a Model Alliance e outros grupos para alcançar um progresso significativo na indústria,” disse um representante.

Caitriona Balfe é uma das oito estrelas que foram fotografadas pelo fotógrafo polonês Maciek Kobielski para a coluna Screen Share ou Compartilhamento de Tela, em tradução livre, da revista Vanity Fair UK de setembro.

A matéria evidencia que não há mais uma batalha por sucesso entre os projetos da TV e do cinema e que, cada vez mais, temos grandes estrelas do cinema em projetos para TV e vice-versa.

É oficial, as barreiras entre a TV a cabo e o cinema estão quebradas: mais é mais. Os principais Oscars de 2019 foram para Olivia Colman e Rami Malek, dois atores que começaram suas carreiras na televisão. Os melhores atores coadjuvantes, Mahershala Ali e Sam Rockwell, estão concorrendo ao mesmo Emmy este mês, enquanto as mulheres maravilhas do cinema Julia Roberts e Amy Adams fizeram grandes estreias na Hulu e na HBO, respectivamente, nesta temporada. Neste verão, a atriz mais indicada ao Oscar da história, Meryl Streep, nos agracia semanalmente na série da TV a cabo, Big Little Lies. Agora, a classe em ascensão de Hollywood está seguindo esta liderança com entusiasmo, indo perfeitamente entre o cinema e a TV, colhendo os benefícios de um renascimento na narrativa. De franquias a minisséries e filmes independentes, com um toque de super-herói aqui e ali, esses oito atores estão entre os mais ocupados neste segundo semestre e você os verá roubando a cena nas telonas e nas telinhas.

Caitriona Balfe

Estrela em
Cinema: 
Ford v Ferrari, em novembro
TV: Outlander (Starz)

Maratonando: Black Mirror

Leitura de cabeceira: Por Que Nós Dormimos? de Matthew Walker

Lugar para um encontro: Cinema de Glasgow

Papel dos sonhos: Gena Rowlands em Uma Mulher Sob Influência ou Gloria

A inspiração para as fotos vieram dos próprios artistas. O fotógrafo criou uma série de retratos animados e íntimos que condizem com a personalidade de cada um deles. “Todos esse atores incríveis têm uma grande capacidade de carregar seus personagens em cena,” disse Maciek Kobielski.

Inicio » Revistas e Jornais | Magazines & Newspapers » 2019 » Vanity Fair UK [Setembro]

Também foram fotografados Yara Shahidi, Bill Skarsgard, Ashton Sanders, Himesh Patel, Betty Gilpin, Kaitlyn Dever, Zoey Deutch.

Hoje aconteceu a apresentação da Starz na turnê de verão da Associação de Críticos da Televisão (a Television Critics Association – TCA). Foi durante a apresentação que divulgou os planos para o segundo semestre de 2019 do canal de TV que o Diretor de Operações da Starz, Jeffrey Hirsch, anunciou que Outlander retornará apenas no início de 2020.

Ao ser questionado sobre a demora no lançamento da quinta temporada, ele respondeu que “A decisão por trás de tudo o que fazemos em termos de programação é baseada em prazos de entrega.

A data de estreia da nova temporada da série não é surpresa para os fãs. Apesar da produção da nova temporada ter começado no final de abril, há cerca de um mês a autora Diana Gabaldon informou que as gravações da quinta temporada não serão finalizadas antes do final de 2019. Ela também informou que depois disso ainda é necessário alguns meses de pós-produção. Como de costume, a série só começa a ser exibida após todo este trabalho estar finalizado ou bem encaminhado.

Mesmo com a estreia da nova temporada tão distante, o perfil oficial de Outlander publicou uma nova foto de bastidor de Caitriona Balfe durante as gravações.

Com informações do Deadline.

No início desta semana, o Festival de Cinema Internacional de Toronto (Toronto International Film Festival – TIFF) divulgou os primeiros títulos dos filmes selecionados para a 44ª edição do evento. Entre os selecionados para serem exibidos numa Sessão de Gala está Ford v Ferrari, do diretor James Mangold, protagonizado por Christian Bale e Matt Damon e com a participação de Caitriona Balfe.

O festival acontece entre 5 e 15 de setembro, no entanto o calendário oficial do evento será divulgado apenas em 20 de agosto. Assim, ainda não há data definida para a primeira exibição do longa. Caitriona Balfe informou que se a sua agenda de gravações da quinta temporada de Outlander permitir, ela comparecerá ao festival.

Considerado como um dos principais termômetros para o Oscar, o festival não possui juri oficial. Nos últimos anos, o público escolheu Green BookTrês Anúncios para um CrimeLa La Land como os melhores filmes do festival.

Para mais informações, acesse o site oficial do evento.

Na última sexta-feira (19), durante a San Diego Comic Con, a Netflix apresentou o painel de sua mais nova série que conta com a participação de Caitriona Balfe, O Cristal Encantado: A Era da Resistência.

O painel não foi muito revelador quanto à história da série, mas exibiu ao público diversas curiosidades dos bastidores da produção. No palco, Mark Hamill e Taron Egerton, atores que fazem parte da equipe de dublagem, revelaram que estavam animados em fazer parte deste projeto. Já os criadores, Lisa Henson e Louis Leterrier, enfatizaram a vontade de que a série fosse feita toda com bonecos. Assim, o processo se iniciou quando a equipe copiou os modelos originais (do filme O Cristal Encantando, disponível na Netflix) para recriar todos os detalhes. “A ideia é que você assista a série e se esqueça de que está vendo bonecos,” disse o diretor Louis Leterrier.

Além da exibição do primeiro episódio, que recebeu ótimas críticas, também foi divulgado um novo trailer com imagens dos bastidores da série. Podemos ver a personagem de Caitriona Balfe, Tavra, entre duas outras gelflings na imagem de bastidor do segundo 14.

Também foi revelado que após a estreia da série, em 30 de agosto, a Netflix lançará um documentário mostrando os bastidores da produção.

Baseado no filme inovador de Jim Henson de 1982, O Cristal Encantado, O Cristal Encantado: A Era da Resistência conta uma nova história épica que se passa muitos anos antes dos eventos do longa. O ponto de partida é a cultura Gefling e o mundo Thra, que está morrendo. O Cristal da Verdade, uma fonte de poder incalculável, está no centro de Thra, mas está danificado, corrompido pela maldade dos Skeksis e esse mal se espalha pela terra. Quando três Gelflings descobrem a horrível verdade por trás dos poderes dos Skeksis, eles começam uma jornada épica para iniciar uma rebelião e salvar o mundo.

O Cristal Encantado: A Era da Resistência estreia no mundo todo em 30 de agosto de 2019 com 10 episódios. Clique aqui para saber mais sobre a personagem de Caitriona Balfe na série.

Inicio » Séries de TV e Webséries | TV Shows & Webseries » 2019: O Cristal Encantado: A Era da Resistência » Fotos Promocionais